Prefeito de Mirinzal é preso acusado de assassinar eleitor

O prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT), candidato à reeleição, foi preso em flagrante hoje, acusado de matar a tiro um eleitor e ferir outros a bala. Ele foi conduzido à Delegacia Regional de Pinheiro, onde prestou depoimento e continua detido.

O clima entre Amaury e eleitores que lhe fazem oposição no município foi tenso durante toda a campanha e acirrou-se com a proximidade da eleição. O gestor protagonizou vários bate-bocas com moradores que declararam não votar nele e em mais de uma ocasião quase foi às vias de fato. Alguns vídeos de desentendimentos entre Amaury e desafetos foram gravados e postados em redes sociais e em blogs.
Na madrugada de hoje, a hostilidade entre o prefeito e os opositores chegou ao extremo e resultou em pancadaria e tiroteio em um povoado onde Amaury esteve, acompanhado por seguranças, chamados pelos rivais de capangas. Um homem sofreu uma paulada na cabeça (veja post abaixo), mas sobreviveu. Outro não teve a mesma sorte: foi baleado e não resistiu aos ferimentos.
O prefeito nega ter efetuado os disparos. Em seu depoimento, afirmou que os tiros foram dados por seus seguranças, em legítima defesa. O delegado de Mirinzal, Jorge Antônio Silva, sustenta, com base em relatos de várias testemunhas, a versão de que quem matou a vítima foi Amaury. 

Prefeito de Vitorino Freire sofre atentado a bala em casa

Portão da casa do prefeito Zé Leandro Maciel foi crivado de balas por pistoleiros

Portão da casa do prefeito Zé Leandro Maciel foi crivado de balas por pistoleiros desconhecidos
Dois motoqueiros armados atiraram contra a casa do prefeito e candidato à reeleição Zé Leandro Maciel(Ps de B). O atentado aconteceu por volta das 5h deste domingo. Após praticarem o crime, os autores fugiram em alta velocidade e tomaram rumo desconhecido.
Ao amanhecer, os seguranças perceberam as perfurações provocadas por quatro disparos no portão da frente. As balas atingiram, também, a parede do terraço da residência. Projéteis foram encontrados no chão, próximo ao carro do candidato.
Policias militares foram à casa do prefeito apurar as primeiras informações sobre o atentado

Policias militares foram à casa do prefeito apurar as primeiras informações sobre o atentado
Vizinhos viram os motoqueiros fugirem em alta velocidade, armados e informaram que além dos disparos efetuados em direção à casa do candidato, os pistoleiros atiraram para o alto, para amedrontar as testemunhas oculares do atentado.
Prefeito Zé Leandro Maciel presta informações a policiais sobre atentado a suas casas

Prefeito de Vitorino Freire, Zé Leandro Maciel, presta informações a policiais sobre atentado a suas casa
Desde o começo da campanha, o prefeito Zé Leandro Maciel tem sido alvo de ameaças e agressões. No início da semana passada, registrou um boletim de ocorrência em que denunciou estar sofrendo perseguição por parte da oposição. De acordo com o gestor, ao reclamar da perseguição, foi tratado de forma arisca e agressiva.
Projéteis foram encontrados no terraço da casa: atentado terias motivação política

Projéteis foram encontrados no terraço da casa: atentado teria motivação política
A hostilidade ao prefeito configura crime político com a intenção de intimidá-lo na disputa pela reeleição.
Vizinhos viram os motoqueiros em alta velocidade e armados que não só dispararam contra a casa do candidato mas também dispararam pro alto.
Tiro atingiu portão em clara tentativa de intimidação: suspeita recai sobre a oposição ao prefeito

Tiro atingiu portão em clara tentativa de intimidação: suspeita recai sobre a oposição ao prefeito
Marca de bala no portão frontal da residência do prefeito, que concorre à reeleição

Marca de bala no portão frontal da residência do prefeito Zé Leandro Maciel, que concorre à reeleição

Eleição em São Luís está garantida, afirma TRE

tre garante
A Justiça Eleitoral garante que o esquema montado para as eleições, que conta com apoio do Exército, Polícias Federal, Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, permitirá a segurança de todos os envolvidos no processo eleitoral que culmina com a votação do próximo domingo, 2 de outubro.
Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta, 30 de setembro, os desembargadores Lourival Serejo e Raimundo Barros, presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (respectivamente), e o tenente coronel Carlos Frederico de Azevedo Pires, comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve, pediram tranquilidade aos eleitores e esclareceram acerca do transporte de urnas até os locais de votação com escolta policial.
O desembargador Lourival Serejo declarou que a responsabilidade da distribuição das urnas da região metropolitana é dos juízes de primeiro grau acertada com os Correios, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros e que não há hipótese de atrasar o início da votação, marcada em todo o país para as 8h.
Já o corregedor explicou que o início da distribuição das urnas estava prevista para a manhã desta sexta, porém, devido aos últimos acontecimentos e ameaças de queima dos equipamentos, ela foi suspensa para ser feita com escolta policial.
Por sua vez, o comandante do 24º BIL informou que, com a autorização do TSE para que tropas federais atuem em mais 7 cidades do estado, somam em 850 homens do Exército que trabalharão durante as eleições, sendo que o efetivo do Maranhão será completado por batalhões do Pará.
Venda de bebida, locais de votação alterados e onde votar
De acordo com a Portaria 720/2016 da Secretaria Estadual de Segurança Pública, entre as 18h deste sábado (1º) até a meia-noite do domingo (2), está proibida a venda, fornecimento e consumo de bebida alcoólica ou de substâncias de efeitos semelhantes em locais públicos ou de acesso público.
Cinco seções eleitorais que funcionavam nas escolas Carlos Saad, da Vila Mauro Fecury I, funcionarão na Unidade Cônego Sidney Castelo Branco Furtado da Vila Ariri. Já 2 seções da escola Darcy Ribeiro do Sacavém foram deslocadas para o Jardim de Infância da própria escola. A mudança decorre dos ataques que estas escolas sofreram na noite da quinta-feira, 29. Mesários e administradores de prédio já foram avisados sobre a alteração.
Quem tem dúvidas de onde vota é só acessar o endereço eletrônico www.tre-ma.jus.br, guias eleitor / título e local de votação ou ligar para o número 0800 098 5000 (Disque Eleitor).