Prefeitura realiza nesta sexta (16) projeto Natal com Leitura no Viva Bairro de Fátima

O projeto Natal com Leitura, promovido pela Biblioteca Municipal, realiza, nesta sexta-feira (16), várias atividades culturais na Praça do Viva do Bairro de Fátima, com o objetivo de incentivar a leitura. A programação inicia às 15h e é uma extensão da Feira do Livro de São Luís (FeliS) que realizará várias ações durante o próximo ano para promoção deste que é o maior evento literário do Estado.

Na oportunidade, serão premiados os ganhadores do III Festival Literário Papoético, realizado durante a 10ª FeliS. São eles: Rinaldo da Costa Nunes, vencedor com a poesia “Minha arte”, que receberá R$ 1.000,00; Ed Wilson Araújo, segundo lugar com a poesia “Arqueologia”, e Ana Carolina Moraes, como Melhor Intérprete. Estes últimos receberão a quantia de R$ 500,00 cada um. O concurso teve 87 poemas inscritos. Destes, 20 foram selecionados e apresentados ao público na Feira do Livro. O patrono do Papoético foi o poeta, tradutor e crítico literário maranhense, Oswaldino Marques.

A programação inicia com a apresentação da Banda do 24º Batalhão de Infantaria Leve (BIL) e conta com a presença do Papai Noel para fazer a alegria das crianças. Além disso, serão apresentados auto do natal, contação de histórias, Cabine Era uma vez da Rádio Universidade FM, espetáculo infantil teatral com o grupo Xama Teatro e ainda ocorrerá lançamentos de Livros. Às 18h30, a Orquestra Jovem do Maranhão João do Vale encerra a programação com um concerto tocando repertório alusivo aos festejos natalinos.

O Natal com Leitura conta com espaços de leitura e durante as atividades lúdicas também serão distribuídos livros às crianças. É uma parceria do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo.

A diretora da biblioteca, Rita Oliveira, destacou que ao longo do ano são realizados vários projetos de incentivo à leitura, estimulando a fantasia, o prazer de ler e a escrita, procurando contribuir para formar uma sociedade leitora.

“Todo conhecimento adquirido é um complemento e quando despertamos o interesse neles estamos incentivando a buscarem mais, a obterem outras informações, estas atividades lúdicas também os atraem para este universo literário. A Biblioteca, como um centro de informação e cultura, que tem como função básica disponibilizar todo tipo de conhecimento, contribui para a formação de leitores críticos, oferecendo um ambiente onde crianças, jovens, adultos e todo tipo de usuários possam desenvolver o hábito e o gosto pela leitura”.

ATIVIDADES

A campanha Natal com Leitura está recebendo doações de livros de literatura infantil e adulta na sede da biblioteca, localizada na Rua do Correio, s/n – Bairro de Fátima, durante todo o mês de dezembro. A ação acontece há cinco anos no equipamento municipal e já beneficiou 12 espaços de leitura implantados pela Prefeitura por meio do Programa Todos por São Luís.

Na manhã desta quinta-feira (16), a Biblioteca recebeu a doação de 200 livros de literatura feita pela Distribuidora de Livros do Maranhão (Distelma), em prol da campanha Natal com Leitura.

Quem desejar doar livros ou implantar um espaço de leitura em seu bairro ou comunidade, basta entrar em contato com a coordenação da Biblioteca Municipal José Sarney pelo e-mail bibliotecajs@gmail.com.

Além da doação de livros, o projeto também contou com oficinas e atividades na Praça do Viva Bairro de Fátima, com distribuição de livros às crianças. A programação tem parceria do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo, sendo também uma extensão da Feira do Livro de São Luís.

Como parte da campanha também aconteceu uma oficina de confecção de Árvores de Natal para crianças da rede municipal de ensino e foi ministrada pela servidora do município e artista plástica, Concita Fernandes. “O foco da oficina foi a sustentabilidade, pois reutilizamos revistas usadas, cola, lápis e criatividade para produzir. O objetivo foi despertar nas crianças esse lado da preservação do meio ambiente e da criação de novas coisas a partir de materiais reciclados”.

SSP trará atualizações dos trabalhos periciais realizados pela SPTC sobre o caso Mariana Costa nesta sexta-feira (16)

 

ll

GOVERNO DO MARANHÃO

A Secretaria de Segurança Pública, por meio da Superintendência de Polícia Técnico Científico (SPTC), relatará na manhã desta sexta-feira (16), às 10:00, no Auditório Leofredo Ramos – Outeiro da Cruz, atualizações dos trabalhos periciais referente ao homicídio de Mariana Costa.

A coletiva será presidida pelo gestor da pasta Jefferson Portela, com participação do Delegado Geral, Lawrence Melo, o superintendente da SPTC, Miguel Alves, além dos, diretores dos Institutos de Genética Forense (IGF), Instituto Médico Legal (IML), Instituto de Criminalista (ICRIM) e Instituto Laboratorial de Análise Forense (ILAF).

O caso ganhou ampla repercussão nacional, segundo investigações realizadas pela Polícia Civil a publicitária foi morta por sufocação. O cunhado dela, Lucas Leite Ribeiro Porto (37), marido da irmã de Mariana Costa, assumiu a autoria do crime durante interrogatório, registrado na presença de três advogados, além do, delegado responsável pela Superintendência Estadual de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), Leonardo Diniz.

SERVIÇO:

O QUÊ: SSP trará atualizações dos trabalhos periciais realizados pela SPTC sobre o caso Mariana Costa

QUANDO: Nesta sexta-feira (16), às 10h00min horas.

: Auditório Leofredo Ramos (SSP) – Outeiro da Cruz.

GOVERNO DO MARANHÃO

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Câmara aprova primeira etapa da reforma da Previdência

De madrugada e após sessão tensa e tumultuada, deputados aprovam constitucionalidade de emenda à Constituição. Proposta segue agora para análise de comissão especial, a ser instalada somente em fevereiro.

operário no BrasilPEC prevê idade mínima de 65 anos e ao menos 25 anos de contribuição para que o trabalhador possa se aposentar

Após quase 12 horas de discussão, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (15/12) o parecer do deputado Alceu Moreira (PMDB-RS) pela constitucionalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, sobre a reforma da Previdência. A votação foi concluída às 2h53, com 31 votos a favor e 20 contra.

O texto segue agora para análise de uma comissão especial na Casa, que deve ser instalada somente em fevereiro do ano que vem, após o recesso parlamentar e a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara.

A PEC prevê a idade mínima de 65 anos e ao menos 25 anos de contribuição para que o trabalhador possa se aposentar.

Saiba mais: O que está em jogo na reforma da Previdência

Os trabalhadores de ao menos 50 anos de idade, no caso dos homens, e 45 anos, no caso das mulheres, deverão obedecer integralmente às novas regras. Os contribuintes que estão acima dessas idades e ainda não alcançaram o direito de se aposentar passarão a fazer parte de uma faixa de transição. De acordo com a proposta, esses contribuintes terão de pagar um “pedágio” de 50% a mais no tempo que ainda faltaria para atingir a idade mínima de aposentadoria, tendo como base a regra antiga.

Aposentados e aqueles que completarem os requisitos para pedir o benefício até a aprovação da reforma não serão afetados porque já têm o direito adquirido.

A medida é uma das principais propostas do governo para tentar reequilibrar as contas públicas. A estimativa é que as mudanças garantam uma economia de cerca de 740 bilhões de reais entre 2018 e 2027.

Votação de madrugada

A sessão da CCJ foi marcada por forte embate entre deputados da oposição e da base aliada. A votação na madrugada foi alvo de críticas. “A madrugada é péssima conselheira e inimiga da transparência do Parlamento”, disse o deputado da oposição Chico Alencar (PSOL-RJ).

“Essa comissão estava trabalhando há cinco horas, e foi pedido que não se suspendessem os trabalhos. Isso foi uma falha incrível”, afirmou o líder do PSD na Câmara, Rogerio Rosso (DF). “Ninguém vai acreditar que votamos de madrugada por uma boa razão”, argumentou o governista Esperidião Amin (PP-SC).

Na última sessão concluída madrugada adentro, a Câmara desfigurou o pacote de medidas contra a corrupção.

Críticas à PEC

Os deputados também criticaram a definição de uma idade mínima para a aposentadoria. “No Maranhão, a expectativa de vida é bem próxima dos 65 anos. Além disso, 80% dos aposentados ganham até um salário mínimo e são trabalhadores pobres, não é justo que se peça a eles que estendam suas contribuições”, disse o deputado Ivan Valente (PSOL-SP).

“A proposta retira direitos dos trabalhadores. É um absurdo o que este governo está propondo. É preciso que se resolva isso de outra forma, especialmente cobrando os recursos que foram desviados da conta da Previdência”, argumentou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), criticando o argumento do governo de que a Previdência é deficitária.

“Há necessidade de acharmos o equilíbrio entre as contas do país e o direito daqueles que contribuíram durante toda a vida. Se há pontos errados, vamos melhorar a proposta, mas uma reforma precisa ser feita”, afirmou o deputado Betinho Gomes (PSDB-PE).

Acordo entre oposição e base aliada

Governo e oposição chegaram a um acordo segundo o qual os partidos contrários à admissibilidade da proposta interromperam a obstrução dos trabalhos. Em troca, o governo se comprometeu, caso o parecer de Moreira fosse aprovado, a criar e instalar a comissão especial da PEC somente em 2017. A comissão terá o prazo de 40 sessões para apresentar o resultado de seus trabalhos.

O intuito é que a instalação da comissão ocorra após a escolha do novo presidente da Câmara e dos novos líderes partidários, marcada para 1º de fevereiro, evitando assim que Maia use a instalação da comissão para se fortalecer para disputar a reeleição.

Apesar da aprovação da PEC pela CCJ, o grande número de críticas e a sessão tensa e tumultuada, inclusive da base do presidente Michel Temer, sinaliza que o texto ainda deve ser modificado pelos parlamentares.

Entenda o que pode mudar com a lei dos supersalários

Senado aprova projetos que endurecem as regras para evitar rendimentos acima do teto de 33,7 mil reais mensais. Associação de juízes federais critica parte das mudanças e vê retaliação e vingança pela Operação Lava Jato.

Senado

O Senado aprovou esta semana um pacote de medidas que pretendem acabar com os supersalários dos funcionários públicos, aposentados e pensionistas. As propostas, apresentadas em conjunto pela senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), relatora da Comissão Especial do Extrateto, tornam a lei mais rígida, por exemplo ampliando a definição do que pode ser considerado “salário”.

A Constituição já proíbe que servidores públicos recebam mais do que ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), cujo salário atual é de 33,7 mil reais. Nesse valor, chamado de teto constitucional, estão incluídas “vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza”.

Como o termo “vantagem pessoal” é vago, há espaço para diferentes interpretações do que pode ou não ser incluído no cálculo do teto constitucional, já que os funcionários públicos podem ter direito a uma série de benefícios, como auxílios, gratificações e assistências. O pacote de projetos aprovado pelo Senado visa dar mais exatidão ao termo, reduzindo assim as possibilidades de gastos que possam ser considerados à parte, fora do limite de 33,7 mil reais.

Além disso, as propostas privilegiam a transparência, obrigando os órgãos públicos a divulgar os rendimentos de seus servidores, e também preveem que, em casos de supersalários, os pagadores serão punidos, e os funcionários terão de devolver os recursos recebidos acima do permitido.

Os projetos seguem para análise da Câmara dos Deputados e podem ser votados ainda este ano, antes do início do recesso dos deputados. Entenda as novas regras aprovadas:

O teto é o mesmo para todos?

Não. Os limites são específicos. O teto constitucional máximo é de 33,7 mil reais, mas, dependendo de onde o agente público trabalha, esse valor pode ser menor por estar condicionado ao salário da autoridade máxima local. Por exemplo, funcionários públicos que trabalham no Poder Executivo de um estado têm como teto o salário do governador. Em relação aos municípios, nenhum agente público pode ganhar mais que o prefeito.

O que são os extratetos?

O principal fator que permite que tantos gastos extras não sejam incluídos na conta do teto constitucional é a falta de clareza na lei vigente. A principal proposta do pacote apresentado pela Comissão Especial do Extrateto é o Projeto de Lei do Senado (PLS) 449/2016, que classifica, em detalhes, que tipos de gastos precisam ser incluídos na conta do teto e quais podem ser excluídos deste cálculo – os chamados extratetos.

São considerados extratetos os gastos indenizatórios, com a finalidade de reembolsar despesas pagas do próprio bolso em decorrência do exercício do cargo, como passagens por motivos de compromissos de trabalho e ajudas de custo para mudanças. Auxílio-moradia e auxílio-saúde só poderão ser devolvidos se o funcionário comprovar que as despesas foram, de fato, feitas.

O bônus de permanência, pago para estimular um servidor a não se aposentar, também não entra no cálculo do teto. “Se um juiz resolve ficar na magistratura [em vez de se aposentar], então recebe 11% do seu salário para continuar sendo juiz. É mais barato para o país”, defende a relatora.

O que deve ser incluído na conta do teto?

Além do salário, devem ser incluídos na conta do limite constitucional todas as gratificações e benefícios recebidos, como horas extras, prêmios, adicional noturno e ajuda de custos para capacitação profissional. Salários e benefícios de funcionários que possuam mais de um cargo público, aposentadoria ou pensões também entram no cálculo do teto.

Quanto o país vai economizar se o projeto for aprovado?

O Senado defende que, num cenário em que medidas para socorrer as contas públicas vêm recebendo atenção especial, como a reforma da Previdência e a PEC do teto dos gastos públicos, é fundamental controlar melhor o pagamento dos salários dos servidores públicos. A União estima uma economia de até 1 bilhão de reais por ano com a aprovação desse pacote.

Quem será afetado pelas novas regras?

Todos os funcionários públicos, como juízes, promotores, procuradores, delegados, parlamentares, militares e diretores de empresas estatais. Sem falar nos aposentados e pensionistas.

Outros projetos fazem parte do pacote de medidas apresentadas pela relatora Kátia Abreu:

Mais transparência

O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 450/2016 aumenta a transparência no acesso a informações sobre os pagamentos recebidos pelos servidores públicos. A proposta defende que todos os portais de transparência informem os nomes dos funcionários, os valores de seus salários, férias, décimo terceiro e auxílios.

O objetivo é facilitar a fiscalização por parte dos órgãos responsáveis e pela sociedade. O argumento principal é que, como os salários são pagos pelos contribuintes, o acesso a essas informações deve ser livre e detalhado.

Punição a pagadores

Os senadores também aprovaram o PLS 451/2016, que classifica como crime de improbidade administrativa pagar valores acima do teto constitucional aos funcionários. O projeto também pune os servidores beneficiados, que terão de devolver os recursos recebidos.

Fim do efeito cascata

Há ainda a proposta de emenda constitucional (PEC) 62/2015, que prevê o fim da vinculação automática dos salários, chamada de “efeito cascata”, em todos os poderes. Hoje, quando o salário dos ministros do STF é reajustado, o pagamento dos demais magistrados das justiças federal e estaduais, além do Ministério Público, também sofre reajustes automáticos. O Senado quer acabar com essa regra. A proposta deve ser votada só em fevereiro de 2017.

Críticas

O projeto principal tem recebido críticas do Poder Judiciário. Segundo o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Roberto Veloso, as restrições ao projeto são direcionadas à forma como ele foi feito e não tanto ao conteúdo das novas regras. “Todos nós defendemos o fim dos supersalários. O problema é que nenhuma entidade foi ouvida, não houve qualquer oportunidade para discussão. Isso é ruim”, afirmou o presidente da Ajufe.

Um dos pontos mais criticados pelo Judiciário é o fim do chamado “efeito cascata”, que vincula o reajuste dos salários dos ministros do STF aos outros magistrados de forma automática. De acordo com Veloso, com a desvinculação automática, o aumento dos salários do Judiciário ficará submetido à aprovação do Legislativo. “Isso pode gerar uma dependência desmedida”, disse Veloso. Segundo ele, trata-se de uma forma de “controle do Judiciário por meio de salários”. Veloso disse ver esse projeto como “mais uma tentativa” de enfraquecimento do Judiciário, por parte do Legislativo, em resposta a investigações importantes sobre corrupção, como a Operação Lava Jato. “É uma retaliação, uma espécie de vingança.”

Irmãs são confundidas com assaltantes e baleadas em Balsas; uma morre

Uma jovem morreu e outra ficou ferida, em Balsas, depois de terem sido baleadas por policiais militares que as confundiram com assaltantes.

Karina e Kamila eram irmãs e voltavam de um velório quando o carro delas foi interceptado pela polícia, na localidade Lagoa do Jardel, e crivado de balas, na noite de ontem (14).

Os policiais teria confundido o veículo com o mesmo utilizado por bandidos que assaltaram as agências do Banco do Brasil e do Bradesco em Fortaleza dos Nogueiras, na terça-feira (13).

Karina levou um tiro no peito e morreu na hora.

Kamila ainda conseguiu tomar a direção do carro, para tentar levar a irmão a um hospital, mas, com o braço também atingido por uma bala, perdeu o controle próximo ao Banco do Brasil e bateu.

Testemunhas contam que após isso o veículo ainda foi alvejado mais algumas vezes, antes de os PMs perceberem que atiravam contra duas mulheres.

 

 

 

 

Blog do Gilberto Léda

Prefeitura realiza edição de Natal do programa “Todos por São Luís” neste sábado (17)

Prefeitura realiza edição de Natal do programa “Todos por São Luís” neste sábado (17)

Crianças são assistidas nas edições do programa ″Todos por São Luís″A Prefeitura de São Luís realiza nesta sábado (17) a edição especial de Natal do programa “Todos por São Luís”. A programação será no Parque da Juçara, no bairro do Maracanã, zona rural de São Luís. A programação da edição especial de Natal será voltada especialmente para as crianças.

“Preparamos uma edição com muitas atrações culturais e lúdicas. O objetivo é oferecer um grande evento de confraternização para as crianças do bairro do Maracanã e adjacências”, sublinhou o coordenador executivo do programa, Arivaldo Martins. A programação será desenvolvida das 8h ao meio-dia.

Neste mês de dezembro, completa um ano que o programa foi aprovado como lei pela Câmara Municipal, tornando-se, política permanente do município. O Programa “Todos por São Luís” é uma iniciativa de Secretaria Municipal de Governo (Semgov), realizada em parceria com todas as pastas da administração municipal. Também contam como parceiros do programa o Governo do Estado e a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), entre outros.

Além das atividades voltadas para as crianças, como oficinas de origami, a Prefeitura irá instalar um grande playground no local com diversos brinquedos. Como atrações artísticas, as crianças da comunidades poderão participar de shows especiais.Crianças são assistidas nas edições do programa ″Todos por São Luís″

Embora seja uma edição especial da Natal, a coordenação do evento reservou uma parte da programação para oferecer serviços públicos com atendimento a adultos e crianças. Serão serviços na área de saúde, como medição de pressão arterial, glicemia e consulta médica com clínico geral. “Será um momento de magia e ao mesmo tempo de cidadania, pois estaremos consolidando um dos objetivos do programa, que é aproximar os serviços públicos da administração municipal dos cidadãos das comunidades”, afirmou Ariovaldo Martins.

Desde o lançamento, o programa já percorreu mais de 30 comunidades do município de São Luís. A coordenação do “Todos por São Luís” estima que mais de 150 mil pessoas foram beneficiadas diretamente pelo programa.

Prefeitura apresenta balanço quadrimestral de gestão fiscal na Câmara Municipal

q

A Prefeitura de São Luís apresentou, nesta terça-feira (13), em audiência pública realizada na Câmara Municipal de São Luís, relatório de gestão fiscal com resultados do segundo quadrimestre deste ano, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O Relatório Resumido de Execução Orçamentária foi apresentado pelo secretário municipal de Fazenda, Délcio Rodrigues, que, entre os aspectos orçamentários analisados, destacou superávit, o que significa que o município conseguiu arrecadar mais e elevar as receitas no segundo quadrimestre deste ano.

Segundo Rodrigues, parte do saldo positivo deve-se à implementação de ferramentas importantes para a execução de políticas consistentes de justiça fiscal, como as ações realizadas pelo município para melhorar a arrecadação de tributos como o Impostos Predial Territorial Urbano (IPTU).

“São tributos essenciais para a realização e manutenção de serviços e obras públicas que beneficiam a toda comunidade. Por determinação do prefeito Edivaldo, tomamos uma série de medidas para reverter a situação de queda em algumas receitas. Estamos conseguindo e as receitas tributárias estão crescendo”, frisou o secretário, destacando ainda que entre as ferramentas implementadas para essa finalidade estão os investimentos em tecnologia de dados e informação e o saneamento do cadastro de contribuintes.

A arrecadação com taxas como alvarás, habite-se, licenças, emolumentos, entre outras, também apresentou índice positivo, de aproximadamente 20,4%, em relação ao mesmo período do ano passado.

CONTAS

A prestação de contas em audiência pública na Câmara Municipal é uma determinação estabelecida pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), na qual a Prefeitura apresenta seu relatório de gestão, com demonstrativos ficais e financeiros sobre o comportamento quadrimestral das receita e despesas efetuadas pelo município nas diversas áreas como Saúde, Educação e Transporte, por exemplo; além das finanças com pessoal e dados relativos às operações de créditos realizadas com outras instituições financeiras.

O secretariado de Fazenda demonstrou, ainda, o cumprimento das metas da LRF neste quadrimestre, destacando pontos importantes como a aplicação das obrigações constitucionais. Conforme o relatório, São Luís está cumprindo as metas dentro do que é previsto pela lei e realizando, inclusive, investimentos superiores ao previsto em áreas como a Saúde, por exemplo. Para esse setor, o índice mínimo constitucional de aplicação é de 15%. Entretanto, só nos primeiros oito meses deste ano a Prefeitura já executou uma despesa líquida com a Saúde municipal em torno de 25,56%, ou seja 10,56% a mais que o previsto pela LRF.

Parte desses recursos destinados à Saúde foi aplicado em projetos, programas e ações desenvolvidos pela Prefeitura de São Luís visando à melhoria e reestruturação do sistema de saúde da capital.

Na audiência pública, o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) destacou a importância da prestação de contas do município na Câmara e considerou consistentes as informações repassadas aos parlamentares e populares presentes. “A apresentação nos traz resultados das finanças da Prefeitura, suas receitas e despesas, o que é muito importante para acompanharmos com mais propriedade esses dados, sendo essencial também para a transparência da gestão municipal”, disse o vereador.

Vem aí Rooftop Party Segunda Edição

bb

A primeira edição foi um sucesso e dia 17 de dezembro, a partir das 22h sabe o que vai rolar? Rooftop Party Segunda Edição. São Luís agora conta com um novo conceito de festas para os amantes da música eletrônica.

Rooftop Party, as melhores baladas de Nova York, Londres, São Paulo,  agora na cobertura mais charmosa da ilha.

E para comandar a festa, a dj convidada para a segunda edição do Rooftop é a DJ  Dot Larissa é uma DJ com estilo marcante e de vanguarda no seu som. Ela também é produtora de música eletrônica e mantém um circuito intenso de apresentações, viaja pelo país e se destaca por passear tanto pelas cenas underground quanto pelo mainstream.

 DJ  Dot Larissa

Sua mudança de Florianópolis para São Paulo abriu as portas para que a DJ pudesse mostrar seu trabalho em outros estados.

Dot já se apresentou junto com artistas internacionais como Gaizer (EUA), Funkagenda (UK), Fatboy Slim (UK), David Guetta (França), Mathew Koma (USA) Ummet Ozcan (Holanda), David Solano (USA), Ivan Gough ( Australia) , Borgeous (USA) , The Chainsmokers ( USA) , TJR (USA) , Mastiksoul ( PT), Moguai ( Alemanha), Tocadisco (Alemanha), Kaskade (USA), Desyn Masiello (UK), Cedric Gervais (EUA), Misca Daniells (AMS), Moony (Italia) e George E (EUA).

A artista já comandou também o programa semanal “JukeDot’s” na rádio online DJ Sets FM e atualmente é uma das apresentadoras e DJ do programa “SHE DJ” na rádio Energia 97, que vai ao ar às quintas-feiras das 22h a 00h – na única rádio de música eletrônica do Brasil. Dot Larissa assina há mais de 4 anos a coluna de música da “Unit Magazine”. A FITDJ, como é conhecida, também comanda os “FIT HITS” no portal Superela.com, onde assina uma coluna e produz trilhas, além de escrever para a Revista Nine, uma sessão que fala sobre atividades físicas, receitas e dicas saudáveis apelidadas como “FIT HELP”.

DJ e produtora de música eletrônica mantém um circuito intenso de apresentações, viaja pelo país e se destaca por passear tanto pelas cenas underground quanto pelo mainstream.

Dot Larissa teve residência nos clubs, lounges e partys paulistanos como o Clubinho, Tokyo Rose, Shaya Sushi Lounge, Escape Bar , Royal Club e Josephine Club , em Goiânia na Sedna Lounge , no Paraná na Bielle Club em Cascavel e também no Rio de Janeiro no Barzin Lounge. Dot Larissa faz parte do seleto grupo de artistas da festa itinerante LIVING PARTY IBIZA Wolrd Tour. A DJ também atua em casas e clubs como: Green Valley (SC) ,Pacha (RJ) , Privilege (MG), Na Sala (MG), Disco (SP), D-Edge (SP), Museum (SP), The Box (SP), 3×4 (SP), Pink Elephante (SP), Morocco (SP), Target Club (SP), Ego Lounge (SP), Cine Bardot (SP), Pubee (Santos) Cinema D (SP), Pixy (DF), Hype (DF), Moena (DF), A Casa (ES), Nite Club (PR), 2800 (PR), Bielle Club (PR), Caramba’s HiperClub ( SC) Confraria das Artes (SC), Enjoy (SC), Pimenta Limao (SC), Spirit (SC), Circuit (SC), Kabutz (SC), E-Prime (SC), Sedna (GYN), Skky (PE),Nox (PE), Conselheiro (PE), UK (PE) , Club Ego (SSA), Bianco Lounge (TO), entre muitos outros.

A DJ discoteca no verão europeu desde 2009. Passando por países como Portugal e Espanha, nos clubs: Sotavento ( Barcelona ) Opium Mar (Barcelona), Carpe Diem (Barcelona), Prive ( Barcelona) , Nikki Beach (Vila Moura), Capitulo V (Albufeira), Faces (Vila Moura), Agua Moments (Vila Moura), All Joy (Albufeira), In Club (Lisboa), Lolipop (Monte Gordo), Summer Fig (Figueira da Foz), Hit Club (Povoa de Varzim), Rs Dreams (Lisboa), T-club (Loule), Twin’s Clubs (Lisboa e Cidade do Porto), Suigeners (Tavira), Puro Beach (VIlamoura), Stereo Hotel (Albufeira), fazendo residência de verão fora do Brasil no ano de 2009 no Buzius Beach Club (Vilamoura).

Por estudar música desde criança, Dot teve grande facilidade em dominar as técnicas de mixagem. Seu som é cheio de grooves, com músicas conceituadas que fazem a pista dançar, garantindo uma apresentação inovadora e divertida, passeando pelos estilos do Deep House até o Techno. Sincronizando batidas com sorrisos e fazendo sempre com que a música e a pista estejam na melhor sintonia. Com os beats do fino Techouse, vindo da mistura mais chique da pura House Music e a excelência de um Techno marcante, Dot Larissa mostra toda a feminilidade do seu estilo.

Além de sua carreira solo, Dot Larissa se dedica ao projeto Girlyway, uma parceria com a cantora Sabrina Caldana. A DJ Dot Larissa desenvolve o set do projeto trabalhando com controladoras e tocando teclado e guitarra. As artistas Dot Larissa e Sabrina Caldana utilizam suas técnicas para conduzir a pista em uma viagem pelos grandes sucessos mundiais, diversificados entre os estilos House Music, Pop, Rock and Roll, Dance e Black Music. Duas mulheres com muitos talentos, proporcionam ao público uma experiência única.

Mesmo se dedicando mais a sua carreira como produtora com mais de 12 temas lançados desde 2011, a artista conquistou o segundo lugar no Yahoo Beat & Beauty se tornando a segunda melhor Dj do Brasil no ano de 2013.

E a festa não para por aí nas pick ups os djs  João Ricardo,  Cahio Massuci , Alex Palhano e Macau.

A idéia da balada é reunir bons e poucos amantes da música eletrônica. A festa não tem a pretensão de grandes públicos, mas reunir os amantes da música eletrônica em um ambiente totalmente inexplorado.

A Rooftop Party vai bombar na cobertura do Marcus Barbosa Intelligent Office localizado na Av. dos Holandeses.

Mais um evento assinado por João Marcelo (J Produções) e Clayton Macedo ( OJackie Chan- Produções).

Serviço:

 O que? Rooftop Party Segunda Edição

Quando? 17 de dezembro

Onde? Cobertura do Marcus Barbosa Intelligent Office localizado na Av. dos Holandeses.

Horário? 22h

Atrações: Dot Larissa

DJS João Ricardo,  Cahio Massuci , Alex Palhano e Macau.

Produção: Evento assinado por João Marcelo (J Produções) e Clayton Macedo ( OJackie Chan- Produções).

Ingressos Antecipados: Bilhereria Digital, Lacoste Holandeses e IPhone Center Em frente o Tropical

Informações (98) 98155-9040

Assessoria: Rita Matos Assessoria de imprensa e Comunicação

Réveillon na Península o Único com 13 atrações, 3 ambientes, Open Bar de Cerveja, Open Food de Salgados e Caldos a noite toda

aa

Já está na hora de ter o seu réveillon uma experiência única e incomparável, então reúna os amigos, a família e passe a sua virada de frente para o mar com muito conforto e segurança no Praia Mar Hotel.

O único com três ambientes, 13 atrações,  open bar de cerveja e open food de salgados e caldos a noite toda.

E para animar a festa a programação está especial Levada do Teco, Filhinho de Papai, Shinoda, Argumento, Stanley e Cristian, Gerrard Lima, Wesley Dantas e os djs Erick Ferres, Pastel, Bulacha, Dyogennes e The Paul.

Mais um evento assinado por João Marcelo (J Produções) e Clayton Macedo ( OJackie Chan- Produções).

Que tal  participar da promoção e quem sabe você pode ganhar uma mesa bistrô?

Junte 04 amigos, adquira nossa promoção e ganhe um mesa bistrô para curtir o réveillon da Península com sua turma no maior alto astral.

Sua virada de frente pro mar com open bar de cerveja até as 6h.

Serviço:

Pontos de venda:

📌Bilheteria Digital
(Taxa de serviço)
📌Visótica Tropical
📌iPhone Center
📌Lacoste Holandeses
📌Aleatory Rio Anil

Valor:

R$ 170,00 Individual

R$ 300,00 Casadinha

R$ 130,00 Meia Entrada

Obs: Pode dividir até 3x sem juros
Informações:
98155-9040 / 99113-1101

Realização:

 João Marcelo (J Produções) e Clayton Macedo ( OJackie Chan- Produções

 

Réveillon In Blue, o Único com Serviço “All Inclusive”

a

Que tal começar o ano de 2017 em grande estilo? É uma ótima idéia não é verdade?  Então prepare-se para o  Réveillon In Blue. O único para aqueles que gostam de requinte, sofisticação, segurança, lugar exclusivo, atendimento Vip e somente para um número seleto de pessoas.

A Class Eventos do empresário Emmanuel Márcio Barbosa em parceria com a J Produções do empresário João Marcelo, empresas conceituadas em São Luís e ambos prepararam a mais sofisticada opção da cidade.

A grande festa acontecerá na cobertura do Inteligent Office, localizado na Avenida dos Holandeses, com vista única para toda a cidade e serviço all inclusive, com os mais sofisticados rótulos de bebidas e

com um menu especial a noite toda, incluindo sobremesas.

E para animar a festa os Djs Neiva e Sérgio Murilo, Marcelo Rebelo e Banda fazendo o melhor do pop e internacional, Frank e Banda In Blue, Stanley & Cristian cantando sertanejo e Feijoada Completa com samba de qualidade.

A noite será especial, experiência única e incomparável, então reúna os amigos, a família e passe a sua virada no melhor Réveillon de São Luís.

Serviço:

Pontos de venda:
Class Eventos (Avenida dos Holandeses em frente ao Shopping do Automóvel)
Valor:

R$ 400,00 Individual (Mesas na área externa)

R$ 3.600,00 Mesa para 6 pessoas – ambiente interno e climatizado

Obs: Pode dividir até 6x sem juros

All Inclusive Premium de bebidas:

Água com e sem gás

Energético Red Bull

Drinks diversos

Cerveja Heineken

Vodka Grey Goose

Whisky Gold Label Reserve

Espumante Chandon

 

All Inclusive- Menu:

Salada de Pupunha com maça verde com vinagrete de tangerina e amêndoas

Salada verde com Frutos do Mar

Filé ao Vinho Tinto Trufado

Pernil Suíno Confitado

Salmão na Manteiga de Ervas

 

All Inclusive Premium de Sobremesa:

Shescake de Maracujá

Torta de Morangos Flambados

Creme de Chocolate Suíço com Pistaches
Informações:

(98) 3233 6889/ 99169 2370

(98) 99113 1101/98155 9040

 

Realização:

Emmanuel Márcio Barbosa (Class Eventos)

João Marcelo (J Produções)