Prefeitura distribui 25 toneladas de alimentos da agricultura familiar na Cidade Operária

Prefeitura distribui 25 toneladas de alimentos da agricultura familiar na Cidade Operária
A Prefeitura de São Luís realizou nesta quinta-feira (16), a entrega alimentos a 210 famílias atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social/CRAS da Cidade Operária. A entrega, que contou com a presença do prefeito Edivaldo e do vice-prefeito Julio Pinheiro, marcou o inicio da etapa 2017 do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Nas cestas de alimentos entregues às famílias constam diversos tipos de frutas, legumes e verduras, somando 20 produtos que vão complementar a alimentação, melhorando o consumo de nutrientes diários necessários a uma alimentação adequada.

O PAA é um programa coordenado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa) e integra a política de Segurança Alimentar do prefeito Edivaldo, contando com a articulação das secretarias da Criança e Assistência Social (Semcas) e Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). O programa rendeu, ano passado, ao prefeito Edivaldo o título de Prefeito Empreendedor pelo Sebrae na etapa estadual, na categoria ‘Pequenos Negócios no Campo’, concorrendo com o projeto ‘Fomento aos Negócios do Campo’. O prefeito foi classificado ainda entre os 20 melhores gestores municipais do país por ações de estímulo aos pequenos negócios no campo, tornando São Luís a única capital brasileira com reconhecimento do Sebrae nesse setor, por estimular o empreendedorismo.

“É uma alegria poder dar sequência a um programa tão especial que foi iniciado na nossa primeira gestão, pelo qual nós temos a oportunidade de poder aquecer a economia da nossa zona rural, com a compra dos alimentos que compõe a cesta, e garantir uma melhor alimentação às famílias”, disse o prefeito. “Milhares de pessoas já foram beneficiadas com o programa e temos a alegria de dar continuidade a esse trabalho logo no início deste segundo mandato”, enfatizou Edivaldo que estava acompanhado ainda das secretárias Andréia Lauande (Assistência Social) e Fátima Ribeiro (Segurança Alimentar).

O prefeito Edivaldo foi recebido com carinho e o agradecimento das famílias presentes no Cras onde foi feita a entrega das cestas. A dona de casa, Maria José Batista dos Santos, fez questão de abraçar o prefeito e elogiou o programa. “Pra gente que tem uma renda pequena esses alimentos ajudam muito porque já é uma economia. São alimentos fresquinhos que nos garantem uma alimentação mais saudável”, disse Maria dos Santos. Ela contou que a única fonte de renda da família é o Beneficio de Prestação Continuada da Assistência Social do filho que é deficiente.

Elizangela Macedo da Silva também ficou feliz com o recebimento da cesta de alimentos. Ela destacou a importância do programa dizendo que ele chega às famílias que mais precisam. “Como eu, todos os que estão aqui precisam muito dessa ajuda. Temos muitas necessidades, mas a garantia de uma alimentação saudável aos nossos filhos é um que mais nós queremos. Esses alimentos vão servir a quatros pessoas que moram comigo”, disse satisfeita Elizangela Macedo.

ESTÍMULO AO AGRICULTOR

O prefeito,o vice- Julio Pinheiro, também destacou que o programa, além de fazer uma ponte direita com os agricultores rurais de São Luís, que precisam do estímulo para produzir mais, beneficia as famílias que mais necessitam. “Esse é o objetivo maior que tem a Prefeitura, sob o comando do prefeito Edivaldo, que não mede esforços para que de fato a gente amplie mais a capacidade de aquisição de alimentos para as famílias da capital”, disse Julio Pinheiro. Nesta etapa do programa participam 178 produtores familiares produtores que têm na Prefeitura o comprador certo para seus produtos.

Com determinação política a Prefeitura tem avançado cada vez mais nas politica públicas visando atender um maior número de famílias. A secretária Fátima Ribeiro contou que além das cestas entregues no CRAS da Cidade Operária, também foram entregues alimentos a Casa do Bairro, Circo Escola, Casa de Passagem, abrigos institucionais e às famílias atendidas pelo Centro Dia, totalizando 25 toneladas de alimentos distribuidos. “A partir de agora faremos entregas semanais, a exemplo do que realizamos ano passado. Como estamos começando agora faremos neste primeiro momento uma entrega por semana, até o mês de março”, contou a secretária.

A secretária Andreia Lauande explicou que as famílias usuárias do Programa Bolsa Família são o público prioritário dos programas de aquisição de alimento. “Esse programa representa muito para essas famílias, porque o recurso de transferência de renda do Bolsa Família, quando somando com a cesta, com a qualificação da alimentação; permite a melhoria da qualidade de vida dessas famílias. Então essa articulação com a segurança alimentar, funcionando como tem que ser, mostra um grande avanço na cidade de São Luís”, observou a secretária.

Câmara em Pauta

ff

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), esteve reunido com o governador Flávio Dino, na última quinta-feira, (16), ocasião em que conversaram sobre assuntos diversificados, mas a pauta marcante esteve focada em temas relacionados com a cultura.
Num bate papo descontraído, os dois falaram sobre as festividades do carnaval, e na oportunidade Astro de Ogum pediu apoio do governador para a cultura, notadamente notocante a permanência da sede da Federação de Cultura do Maranhão – Fefcema no Parque Folclórico da Vila Palmeira. Flávio Dino ouviu as ponderações de Astro de Ogum e futuramente deverá se manifestar sobre a reivindicação. “Foi um encontro bastante proveitoso, e senti a sensibilidade do governador Flávio Dino ao nosso pleito”, declarou Astro de Ogum para completar: “após essa conversa fiquei com a expectativa de atendimento ao nosso pedido, já que parte de um segmento significativo de nossa sociedade, como o movimento cultural, principalmente o ligado as manifestações da cultura popular”.

Visita à Câmara

Na ocasião, Astro de Ogum agendou com Flávio Dino uma visita na Câmara Municipal para o próximo dia 13 de março, quando o chefe do Poder Executivo maranhense participará de um café da manhã com os vereadores. “Será uma excelente oportunidade de estreitarmos mais ainda os laços entre o Legislativo de São Luís com o governo do Estado, bem como para o governador conversar com todos nós vereadores e ouvir o que temos para lhe transmitir sobre os problemas que enfrentam a cidade e a sua população”, finalizou Astro de Ogum.

Asfalto na Cidade Olímpica

Foi aprovado na manhã de terça-feira(14), na Câmara Municipal de São Luís, o requerimento de autoria do vereador Edson Gaguinho (PHS). A proposta solicita ao secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, para que seja feita, em caráter de urgência, a recuperação asfáltica da Avenida Brasil, que fica no Bairro Cidade Olímpica. Segundo o vereador, a gestão municipal tem avançado bastante e que terá a sensibilidade em atender a esse pedido, que, segundo ele, foi feito pela comunidade que anseia por este benefício. “A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem avançado bastante em todas as áreas. Creio que o mesmo irá atender a essa nossa reivindicação, que, com certeza, o nosso povo sairá ganhando com isto”, disse.

Defesa dos ambulantes e agradecimentos

Na mesma ocasião, o vereador Edson Gaguinho utilizou a tribuna para saudar os vendedores ambulantes que prestam um serviço relevante para a cidade de São Luís, afirmando que agora eles terão um porta voz na câmara municipal de São Luís. O parlamentar agradeceu aos ludovicenses por terem lhe dado os votos de confiança e ao presidente da Casa, Astro de Ogum (PR), pela brilhante atuação no comando do parlamento municipal.

 

VLT entre São Luís e Santa Rita

O vereador Francisco Chaguinhas (PP), na sessão desta terça-feira(14), defendeu a utilização do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), de São Luís até Santa Rita. De acordo com o progressista, Dr. Hilton Gonçalo, prefeito de Santa Rita, sai na frente na discussão da Metropolização.

VLT entre São Luís e Santa Rita II

“O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, saí na frente sobre a discussão da Metropolização. Sabemos que o VLT está jogado às traças. E esse projeto pode trazer o resgate, uma esperança, pois em vez dele ficar no galpão jogado, terá um fim melhor, se assim o projeto for efetivado”, disse.

FGTS: 30 milhões de pessoas têm dinheiro para sacar; veja como conferir

Cerca de 30,2 milhões de trabalhadores poderão sacar o dinheiro de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal.

São R$ 43,6 bilhões em cerca de 49,6 milhões de contas inativas, segundo o governo, mas uma pessoa pode ter mais de uma conta inativa em seu nome. O pagamento será feito de 10 de março a 31 de julho, seguindo um calendário de saques anunciado nesta terça-feira (14).

Veja como conferir se tem dinheiro para receber e saiba como e quando sacá-lo.

Quem pode sacar

Pode sacar o dinheiro de conta inativa o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

Não pode sacar quem não tem dinheiro em contas inativas do FGTS ou deixou o trabalho a partir de 1º de janeiro de 2016.

Número importante

Antes de tudo, é preciso saber o número do PIS/Pasep ou o NIT (Número de Identificação do Trabalhador). O NIT é um código de identificação fornecido pela Previdência Social para quem não tem inscrição no PIS ou no Pasep –como o trabalhador doméstico, por exemplo.

Esses números podem ser localizados no cartão PIS/Pasep ou na carteira de trabalho. Se não encontrar, é possível ligar na Central de Atendimento da Previdência Social: telefone 135, funciona de segunda-feira a sábado, das 8h às 23h.

Como conferir se tem dinheiro no FGTS

– Aplicativo: aplicativo FGTS está disponível para download gratuito para celulares de qualquer sistema operacional: Android (na Google Play), iOs (na App Store) e Windows (na Windows Store).

– Pela internet: Pelo endereço www.caixa.gov.br/contasinativas

– Por telefone: 0800-726-2017

– Nas agências da Caixa: O trabalhador pode ir a uma agência da Caixa levando documento com foto, carteira de trabalho e o número do PIS/Pasep ou NIT. Consulte os endereços das agências no site http://zip.net/bntqZm (link encurtado e seguro).

Nesta semana, de quarta (15) a sexta-feira (17), todas as agências da Caixa abrirão duas horas mais cedo. Algumas agências também abrirão neste sábado (18), das 9h às 15h, e em outros quatro sábados: 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho. Para saber quais agências terão horário especial de funcionamento, consulte o site http://zip.net/bwtDmy (endereço encurtado e seguro).

Quando sacar

O saque deve ser feito de 10 de março até 31 de julho. Para evitar que muita gente vá ao mesmo tempo nas agências da Caixa Econômica Federal, foi definida uma ordem para os saques, de acordo com o mês de aniversário do trabalhador:

  • De 10 de março a 9 de abril: pode sacar quem nasceu em janeiro e fevereiro;
  • De 10 de abril a 11 de maio: pode sacar quem nasceu em março, abril e maio;
  • De 12 de maio a 15 de junho: pode sacar quem nasceu em junho, julho e agosto;
  • De 16 de junho a 13 de julho: pode sacar quem nasceu em setembro, outubro e novembro;
  • De 14 a 31 de julho: pode sacar quem nasceu em dezembro.

Como sacar

Os trabalhadores terão quatro opções para receber os valores de contas inativas do FGTS, segundo o governo:

  • Crédito em conta (para clientes da Caixa)
  • Caixas eletrônicos (para valores até R$ 3.000)
  • Agências lotérias e correspondentes (para valores até R$ 3.000)
  • Agências da Caixa (também será possível transferir o dinheiro para outros bancos, sem custo).

A Caixa orienta que os trabalhadores consultem o site www.caixa.gov.br/contasinativas ou o 0800-726-2017 para serem informados sobre a melhor opção de pagamento antes de irem a um dos canais oferecidos.

O banco recomenda também que os clientes que serão atendidos nas agências, além dos documentos pessoais, apresentem a carteira de trabalho para agilizar o atendimento em caso de dúvidas, independentemente do valor de saque.

(Com Agência Brasil)

Radialista é morto quando apresentava programa no Paraná

João Valdecir de Borba era casado e tinha dois filhos (Foto: Divulgação/ Difusora AM)
João Valdecir de Borba era casado e tinha dois filhos (Foto: Divulgação/ Difusora AM)
Um radialista do Sudoeste do Paraná foi assassinado na quinta-feira à noite (10) quando seu programa de músicas estava no ar. O crime ocorreu no município de São Jorge do Oeste, por volta das 21 horas.

João Valdecir de Borba, de 51 anos, foi morto com um tiro quando abriu a porta da rádio Difusora AM após ser chamado por duas pessoas. Os autores do crime não foram identificados pela polícia até o final da manhã desta sexta-feira (11).

Casado e com dois filhos, o radialista estava na Difusora AM há dez anos e comandava um programa de músicas sertanejas.

A delegada responsável pelo caso está ouvindo testemunhas e familiares da vítima nesta tarde. Ela não irá se pronunciar à imprensa.

Segundo a polícia, o radialista foi abordado por duas pessoas e levou um tiro nas costas.

 

Via UOL
 

Prefeito Edivaldo reforça política de transparência com posse de novos auditores

Prefeito Edivaldo reforça política de transparência com posse de novos auditores. A posse de 10 novos auditores de controle interno do município de São Luís na próxima quinta-feira (16) marcará mais uma etapa no fortalecimento da política de controle interno, assim como da transparência e responsabilidade na aplicação do dinheiro público – diretrizes que norteiam a política do prefeito Edivaldo para o setor. A solenidade de posse está agendada para as 11h, no auditório Reis Perdigão, Palácio de La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís, e será conduzida pela Controladoria-Geral do Município (CGM).

O prefeito Edivaldo afirmou que a gestão municipal trabalha para o fortalecimento das ações de transparência e controle interno. “O atual contexto da administração pública exige ações voltadas para a orientação, fiscalização e avaliação do cumprimento das medidas e ajustes que implantamos para o equilíbrio das contas públicas. A posse dos novos auditores concretiza um compromisso assumido com a população de aplicar o dinheiro público com responsabilidade”, disse o prefeito.

“Estamos ampliando o time de auditores da CGM para o exercício de funções primordiais, como controle, auditoria, fiscalização, ouvidoria, correição, entre outros aspectos. Assim, reforçamos aquela que tem sido uma das marcas da administração do prefeito Edivaldo, que é a transparência”, destacou o controlador-geral, Jackson Castro.

De acordo com o controlador-geral, durante a posse, será assinado pelo prefeito o projeto de emenda à Lei Orgânica que versa sobre o novo Sistema de Controle Interno Municipal, que será posteriormente encaminhado à Câmara Municipal.

CONCURSO

Os dez novos auditores foram aprovados e classificados por meio de concurso público realizado em 2015. O concurso realizado nessa ocasião foi o primeiro em quase uma década. Do total de auditores a serem empossados, sete são de abrangência geral, um de engenharia civil, um de engenharia elétrica e um de tecnologia da informação.

Com a posse dos novos auditores, a CGM vai oferecer a partir de sexta-feira (17) treinamentos intensivos aos titulares e auxiliares, através de cursos que acontecerão na Escola de Governo e Gestão Municipal (Eggem), no Renascença, visando melhor preparação dos novos servidores para o exercício da sua função.

TRANSPARÊNCIA PÚBLICA

As ações de controle da gestão municipal têm contribuído para fazer de São Luís uma referência nacional na transparência do poder público. Em 2015, a Prefeitura de São Luís conquistou a segunda melhor nota entre as capitais brasileiras na pesquisa que avalia o cumprimento da Lei de Acesso à Informação entre os municípios brasileiros: obteve a nota 9,58 de um total de dez pontos possíveis.

A Escala Brasil Transparente (EBT) é divulgada pela Controladoria-Geral da União (CGU). O bom desempenho da Prefeitura é resultado de um trabalho iniciado desde o início da primeira gestão do prefeito Edivaldo, que resultou na reestruturação do Portal da Transparência e do Sistema de Acesso à Informação, entre outras ações.

Em 2016, o Ranking Nacional da Transparência, patrocinado pela Câmara de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal (MPF) evidenciou um crescimento de 17% na pontuação de São Luís. A nota do município, que antes era de apenas sete, pulou para 8,20.

Da Redação – Agência São Luís

Avança serviço de revitalização do Forte Santo Antônio

Iniciada em outubro do ano passado, a obra de revitalização do Forte Santo Antônio, na praia da Ponta d’Areia, em São Luís, está em pleno andamento, com ações nas edificações que compõem a estrutura e a área externa. Realizada pelo Governo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), o serviço de revitalização está recuperando e urbanizando toda a área em volta desse importante monumento histórico-arquitetônico. No local será instalado um centro cultural, com um museu de embarcações maranhenses e um memorial, que integrará o complexo de turismo do Espigão Costeiro.

Exemplar único da arquitetura militar no Maranhão, o Forte Santo Antônio foi construído no século XVII para defender a cidade de ataques pelo mar. Ao longo do tempo, teve outros usos, sendo o mais recente, o de sede de um grupamento do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). Há alguns anos estava desocupado. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1975, o imóvel é formado por três edificações, um farol e uma muralha, além de canhões, sendo alguns remanescentes do século XVII.

Atualmente, os dois prédios maiores estão recebendo novo piso e revestimento nas paredes, de acordo com as recomendações do tombamento. O telhado está sendo refeito. A estrutura que sustentava o farol, construída em Paris no século XIX, será restaurada, assim como os canhões. O projeto foi aprovado pelo Iphan, que fiscaliza todas as etapas do trabalho. “Estamos reaproveitando o que ainda está em boas condições e vamos fazer uma reconstituição dessa fortaleza do século XVII, que vai mostrar como era a obra original”, explicou Alcindo Costa Filho, engenheiro da Sinfra.

Além dos serviços de engenharia, estão sendo feitas prospecções arqueológicas, por enquanto apenas na área externa e na muralha. O trabalho tem a preocupação de trabalhar com elementos que indiquem como era o traçado original da muralha e do forte e as intervenções realizadas ao longo do tempo. Responsável pela pesquisa, o arqueólogo Ulysses Pernambucano de Mello Neto explica que já é possível estabelecer a altura das muralhas originais e os pontos onde houve supressões e acréscimos na construção. Alguns trechos da muralha foram reerguidos na década de 1980.

Pesquisa arqueológica

Por meio de pesquisa arqueológica que está sendo realizada no local foram encontrados elementos que indicavam a data, local e responsáveis pela encomenda e pela fundição dos canhões do forte, que serão restaurados. Nos dois prédios e no paiol, as prospecções buscarão identificar o traçado original e onde houve interferências. “Esse forte cilíndrico não é comum no Brasil, são edificações típicas de uma época e de uma situação, concebidas para alvos móveis, que eram os navios, e essa forma arredondada permitia o movimento de peças de artilharia com muito mais flexibilidade do que os fortes quadrangulares, em ângulos retos”, explicou o arqueólogo.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, destaca que esse é um trabalho que exige todo um cuidado de pesquisa histórica e restauração. “Esse é um investimento do Governo do Estado na revitalização do patrimônio histórico e arquitetônico de São Luís, que vai também incentivar a cultura e o turismo”, afirmou Clayton Noleto.

Prefeitura realiza ações voltadas para a população de rua em parceria com o Governo do Estado

Prefeitura integra ações voltadas para a população de rua em parceria com o Governo do EstadoA Prefeitura de São Luís, por meio das Secretarias Municipais da Criança e Assistência Social (Semcas), Saúde (Semus) e Segurança com Cidadania (Semusc), participou, na última sexta-feira (10), na Casa do Bairro, equipamento da gestão municipal, de uma ação direcionada prioritariamente à população em situação de rua da Praia Grande e das famílias atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Bairro Desterro. A ação aconteceu em parceria com Governo do Estado, tendo à frente a Secretaria de Estado Extraordinária de Articulação das Políticas Públicas.

“A ideia é unir forças do estado e município, para que possamos ofertar às pessoas que residem no Centro Histórico (Praia Grande e Desterro) de São Luís, especialmente população em situação de rua, acolhimento, atendimento clínico, e um check-up com a realização de exames no Pan Diamante e outras unidades de saúde, de maneira que possamos fazer com que busquem tratamento especializado e superem esta condição”, explicou o titular da Secretaria de Estado Extraordinária de Articulação das Políticas Públicas, Marcos Pacheco.

“Através do fortalecimento dos espaços para o atendimento deste público, buscamos reinserção familiar e comunitária desta parcela da população. É um trabalho desafiador e gradativo. Por orientação do prefeito Edivaldo, buscamos atuar, como poder público, na retaguarda, ofertando serviços e condições para que a pessoa saia da condição de rua”, explicou a titular da Semcas, Andreia Lauande.

O serviço ambulatorial de atendimento médico realizou consultas e encaminhamentos para exames e Unidade de Acolhimento Adulto (UAA). Inicialmente, o atendimento ambulatorial acontecerá as sextas-feiras do mês de fevereiro, como projeto piloto do grupo de trabalho “Reviver sem Drogas”, que integra as ações do Fórum Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas.

“Minha vontade é sair das ruas, do vício, porque isso não é vida, quero voltar para minha família, para os meus filhos”, disse Mara Carvalho (nome fictício), que é acompanhada pelo Centro Pop e recebeu encaminhamento para tratamento na UAA.

Com políticas intersetoriais direcionadas, a Prefeitura de São Luís desenvolve ações contínuas de Assistência Social, Saúde e do programa Crack é Possível Vencer. Por meio da Semcas, o atendimento socioassistencial voltado à população em situação de rua atua em consonância ao Sistema Único de Assistência Social (Suas). Entre os serviços destacados para atender este público em São Luís, está o Serviço Especializado em Abordagem Social, que realiza a identificação e encaminhamento de indivíduos em situação de rua para os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) de referência do seu território, Centros Pop e rede de serviços locais.

A Abordagem Social se constitui em um trabalho planejado de aproximação, escuta qualificada e construção de vínculos de confiança com pessoas e famílias em situação de risco pessoal e social nos espaços públicos. O Serviço resgata pessoas da rua, que aceitam ser encaminhadas à rede de serviços que atuam na construção do processo de autonomia do indivíduo.

CONSULTÓRIO NA RUA

Além das ações da Assistência Social, a Prefeitura garante assistência à saúde para população de rua por meio do Programa Consultório na Rua, que atende atualmente cerca de 15 pessoas diariamente em São Luís. O programa, criado em 2015 pela Prefeitura de São Luís, abrange os distritos Centro e Coroadinho.

A ação, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), atende, em sua maioria, usuários de álcool, crack e outras drogas, o que compreende cerca de 98% dos atendimentos. O programa utiliza uma equipe móvel, composta por médico, enfermeiro, técnico em enfermagem, terapeuta ocupacional, psicólogo, agente social, assistente social e técnico em saúde bucal, ofertando serviços na perspectiva de redução dos danos, oriundos das condições de vulnerabilidade em que essas pessoas se encontram.

O Consultório de Rua funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h e o paciente atendido, dependendo da situação, pode ser encaminhado para um dos Centros de Atenção Psicossociais (Caps), para a rede de saúde ou outros centros de atenção.

A partir do estabelecimento do vínculo, é possível ouvir as queixas dos pacientes, garantindo assim o tipo de atendimento que ele precisa. Durante o atendimento, a equipe realiza alguns procedimentos como curativos, aferição de pressão, orientação odontologia com aplicação de flúor, distribuição de preservativo, entre outros. Os casos que não podem ser resolvidos de imediato são encaminhados para unidades de saúde. Por meio do serviço, as pessoas atendidas podem, ainda, solicitar a retirada de documentos pessoais, exemplo da carteira de identidade (RG).

FÓRUM

O Fórum Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas reúne representantes intersetoriais das esferas estadual e municipal, que se encontram a cada 15 dias. A partir do Fórum, foram criados Grupos de Trabalho, entre eles o “Reviver Sem Drogas” que identifica as pessoas em situação de rua que precisam de tratamento e as encaminha para as Unidades de Acolhimento Adulto (UAA), que dispõe de serviços especializados de abrigamento dos usuários em tratamento no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD).

Além do Reviver “Sem Drogas”, outro Grupo de Trabalho também foi formado com a missão de firmar parcerias com empresas e instituição de formação técnica para a capacitação dos ex-usuários, alfabetização e ensino profissionalizante para possibilitar a inserção dessas pessoas no mercado de trabalho.

Da Redação – Agência São Luís

Governador Flávio Dino premia policiais por apreensão de armas

Um grande ato de reconhecimento, valorização e estímulo ao trabalho policial foi realizado nesta sexta-feira, 10, durante a solenidade de premiação dos policiais civis e militares, pelos resultados nas ações de apreensão de armas de fogo, no âmbito do ‘Pacto pela Paz’. O evento promovido no Salão de Atos do Palácio dos Leões agraciou os que alcançaram o maior número de apreensões deste tipo de armamento, em 2016, com prêmios individual e coletivo. Os selecionados receberam R$ 20 mil pelo feito. O reconhecimento com premiação em dinheiro é um pioneirismo da gestão Flávio Dino.

Os policiais destacados representam todo o efetivo do Maranhão e mostram o compromisso e comprometimento dos agentes da Segurança com a missão assumida e com o bem-estar da população, reforçou o governador Flávio Dino, abrindo a solenidade. “Realizamos um conjunto de ações com fins a aprimorar a gestão da Segurança e temos um programa de valorização permanente aos que fazem a nossa polícia. E com o objetivo de estimular estes servidores instituímos essa premiação honrando e valorizando os esforços do efetivo representado em cada policial aqui presente”, disse o governador.

O secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), Jefferson Portela, pontuou o orgulho em ver os companheiros reconhecidos e valorizados como servidores policiais e seres humanos valorosos. “Este ato do Governo do Estado é a representação de reconhecimento a toda instituição homenageando estes que se destacaram na ação. Esses homens e mulheres hoje premiados representam a Polícia Militar e a Polícia Civil, mas, individualmente, são reconhecidos com essa premiação”, enfatizou.

Portela destacou que é importante reduzir violência e as armas de fogo são um móvel muito forte para a prática de crimes, por isso a importância dessa decisão de Governo que reconhece o conjunto da categoria com a premiação. “Aqui estão os destacados, mas, toda a corporação tem o direito de participar, de ser premiado, atuando fortemente contra o crime. Dia de alegria, de honra, e de gratidão por essa decisão administrativa do governador Flávio Dino, mesmo em um momento de crise, de reconhecer financeiramente os valorosos policiais que desempenham jornada diária contra o crime”, concluiu o secretário de Segurança.

No evento foram premiados três policiais civis e seis militares – sendo que cinco destes em caráter coletivo por critério de empate no número de armas tiradas de circulação. Os policiais premiados demonstraram a importância da ocasião e agradeceram a gestão estadual pelo reconhecimento. Em todo o ano de 2016, a polícia maranhense apreendeu 708 armas de fogo, algumas de grosso calibre.

A premiação é mais um estímulo para combater a criminalidade, enfatizou o investigador de Polícia Civil, Delbran Sousa Rodrigues, 38 anos. “O governador soube reconhecer o esforço que todo o policial faz no cumprimento de sua missão e este prêmio que ele nos concede nos alegra por saber que nosso trabalho é apoiado, visto e reconhecido”, disse ele, que apreendeu mais de 50 armas. Rodrigues integra a equipe do Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (Dcrif), órgão da Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic).

“O ato do governador Flávio Dino enobrece toda a corporação e enaltece cada policial maranhense. Estamos na prestação do nosso dever de garantir ao cidadão a devida segurança e é o que gostamos de fazer. Ser policial é a nossa missão e receber esse reconhecimento nos faz ainda mais estimulados para melhorar e alcançar mais resultados positivos”, enfatizou o 3° sargento, Manuel Pacheco de Azevedo Neto, 44 anos, do 16º Batalhão de Chapadinha e que há 16 anos integra a Polícia Militar.

Com a apreensão de 22 armas, o 3º sargento Joelson Lima da Rocha, 37 anos destacou o estímulo com a premiação e parabenizou a iniciativa do Governo do Estado. “Arriscamos nossas vidas por amor ao que fazemos e este reconhecimento do Governo nos move ainda mais no caminho desta missão de garantir segurança e salvar vidas. Só posso agradecer ao governador e ao nosso comando por esse momento”, enfatizou. O militar do 16° Batalhão de Chapadinha.

Na lista dos premiados estão ainda os soldados José Victor Martins Azevedo e Pedro de Freitas Filho; o 2° sargento Raimundo Soares Pereira; o investigador, Fernando Santos Silva; o investigador Diego do Nascimento dos Santos; investigador, Fernando Santos Silva; e os 3° sargentos Cristian da Silva Pimentele e Cristian da Silva Pimentel. Outras premiações, com valores entre R$ 300 e R$ 1500, foram concedidas a policiais militares e civis da capital e interiores, por apreensões de menor monta. Nestes casos foi considerado o calibre da arma, seu poder lesivo e as condições da apreensão.

Presentes à solenidade estavam o vice-governador, Carlos Brandão; o procurador geral do Estado, Rodrigo Maia; o procurador Geral de Justiça do Maranhão, Luiz Gonzaga; o secretário municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), Diego Galdino, representando o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior; o delegado-geral de Polícia Civil, Lawrence Melo e demais delegados; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Frederico Pereira e demais autoridades militares; o comandante do Corpo de Bombeiros, Célio Roberto; os deputados estaduais Levi Pontes, Ana do ‘Gás’, Junior Verde e cabo Campos; e o deputado federal, Waldir Maranhão.

Fonte: www.ma.gov.br

Governo entrega equipamentos agrícolas a agricultores familiares em Turiaçu

Agricultores familiares do povoado Banto em Turiaçu, recebem equipe do Sistema SAF. (Foto: Divulgação/Agerp)

O Governo do Estado, por meio do Sistema SAF (composto pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar – SAF; Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural – Agerp e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão – Iterma), realizou, na última segunda-feira (6), como parte das ações do Programa ‘Mais Produção’, a entrega de equipamentos agrícolas para pequenos produtores rurais do povoado Banto, em Turiaçu, com o objetivo de fortalecer a cadeia produtiva do abacaxi e garantir o desenvolvimento das propriedades rurais.

Foram entregues 50 roçadeiras, um triturador de capoeira e uma grade aradora, que vão colaborar com a produção local, estimulando o uso de práticas sustentáveis para o manejo do solo, evitando queimadas, auxiliando no plantio e melhorando o processo de limpeza de superfície e aumento a qualidade do solo.

A cerimônia de assinatura de cessão de uso e doação dos equipamentos foi conduzida pelo secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, e o presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça, junto aos líderes de sindicatos de trabalhadores e trabalhadoras rurais, representantes municipais e associações de produtores locais e de municípios vizinhos. Na ocasião, Adelmo Soares destacou a importância de mais essa ação do governo do Estado em prol dos agricultores familiares de Turiaçu.

“Estamos aqui mais uma vez mais confirmar o compromisso do governador Flávio Dino com o homem do campo. Assim como todos nós do Sistema SAF, que trabalhamos em benefício das pessoas que por muitos anos permaneceram esquecidas, viemos fazer a diferença na vida de mais 50 agricultores, contemplados com essas máquinas para possam ampliar a sua produção e fortalecer cada vez mais imagem de Turiaçu”, disse o secretário.

O secretário Adelmo Soares, juntamente com o presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça e a prefeita de Cururupu, Rosária de Fatima Chaves ‘Rosinha’, entregam equipamentos agrícolas para beneficiário do ‘Mais Produção’. (Foto: Divulgação/Agerp)

A presidente das associações de produtores rurais do povoado Banta, Natalino Filho, agradeceu emocionado em nome dos agricultores locais. “Em todos esses anos, nunca vi um representante de governo fazer tudo isso por Turiaçu. E todos nós sabemos que é apenas o começo de um futuro de mudanças, voltado para o nosso abacaxi, assim como para todas as potencialidades do nosso município”, disse.

De acordo com o presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça, o desenvolvimento contínuo das cadeias produtivas é um dos caminhos para proporcionar emprego, renda e melhor qualidade de vida para as famílias rurais. “Temos que levar incentivo financeiro, equipamentos e técnicas de manejo e comercialização, pensando sempre em fortalecer a produção de um fruto reconhecido nacionalmente, como o abacaxi de Turiaçu. O governador Flávio Dino nos anima e proporciona condições a cada dia, para que possamos transformar a realidade dos nossos agricultores e agricultoras”, destacou o presidente.

Cadeia produtiva do abacaxi

Em 2016, o Governo do Estado, por intermédio do Programa Mais Produção, investiu R$ 1 milhão para garantir apoio à cadeia produtiva do abacaxi em Turiaçu, destinado para 200 agricultores do povoado Nova Coreia, localizado também no município. Os agricultores garantiram a aquisição de trator, caminhão refrigerado, fomento para 50 famílias, realização de capacitações sobre a cadeia produtiva e contratação de assistência técnica.

Sinproesemma aprova proposta do governo

11

Em reunião nesta quarta-feira (08) e após três horas de debates, a direção estadual do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinporesemma) aprovou a segunda proposta encaminhada pelo Governo do Estado para reajustar os salários do magistério estadual. A reunião foi conduzida pela professora Benedita Costa, que assumia a presidência do sindicato, e pelo professor Julio Pinheiro, que retornou nesta tarde à presidência da entidade, após sua licença para tomar posse como vice-prefeito de São Luís.
Nova proposta 
Em reunião anterior, o Sinproesemma havia rejeitado, parcialmente, a primeira proposta oficializada pelo governo, que oferecia o reajuste de 8%, em duas parcelas, que seriam pagas em fevereiro e maio, com incidência sobre a Gratificação de Atividade de Magistério (GAM). Na nova proposta do governo, aceita pela direção, o reajuste proposto continua de 8%, em duas parcelas, sendo 4% em fevereiro e 4% em maio, porém incidindo sobre a remuneração, que inclui o vencimento e a Gam.

“Com esse novo item sobre o reajuste que incide sobre a remuneração, nós aprovamos a proposta por entender que em cima da remuneração nós teremos todos os nossos vencimentos e nossas gratificações em 8%”, explicou a professora Benedita, que, com a volta do professor Julio à presidência, retorna à vice-presidência do sindicato.
Retorno

O reforço do professor Júlio Pinheiro na reunião, mostrando a importância da aprovação da proposta, em um cenário de crise no Brasil, foi importante para o debate. Pinheiro, que estava de licença, retornou ao cargo de presidente do Sinproesemma.

“Retorno por entender que é preciso esforço concentrado para definir questões da pauta da educação. E a categoria tem grande expectativa em torno dessas definições. Estamos aqui para somar nesse esforço no sentido de garantir os direitos dos trabalhadores. Sinto-me coparticipante de todos os processos de luta que resultaram em vitórias para a categoria, por isso, vou continuar na luta, até o final do mandato desta gestão”, disse Julio.
Na condição de presidente, depois de encaminhar a votação da proposta, Julio Pinheiro constituiu, também sob votação, a comissão que irá apresentar o resultado da reunião ao governo e dar continuidade às negociações acerca dos demais itens da pauta. Além de Julio Pinheiro e Benedita Costa, fazem parte da comissão os diretores Raimundo Oliveira, Janice Nery, Militana Martins, Henrique Gomes e Izabel Lins.