Prefeitura combate insegurança alimentar com programas Peixe Solidário e de Aquisição de Alimentos

A aposentada Maria da Graça Araujo, 60 anos, foi uma das que receberam o peixe nesta segunda-feira (11)Com programas sociais de distribuição de alimentos, a Prefeitura de São Luís tem investido em ações de combate à insegurança alimentar. Executadas pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), as ações de programas como o Peixe Solidário e o de Aquisição de Alimentos (PAA) visam o cumprimento da Lei nº 11.346, que criou o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e visa assegurar o direito humano à alimentação adequada. Com o programa Peixe Solidário, por exemplo, mais de 100 toneladas de peixe já foram distribuídas em 2017.

A ação da Prefeitura contribui para o combate à fome e desnutrição de famílias e indivíduos, especialmente daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social ou em estado de insegurança alimentar e nutricional. O objetivo é promover a melhoria dos padrões de saúde e qualidade de vida, através da distribuição gratuita de alimentos que auxiliam no combate às carências nutricionais da população.

Com a distribuição do peixe, a Prefeitura de São Luís já beneficiou milhares de famílias de mais de 40 bairros da capital. Já foram contemplados bairros como Vila Nova, Fumacê, Gapara, Sá Viana, Jambeiro, Residencial Paraíso, João de Deus, São Raimundo, Vila Cascavel, Anil, Cidade Operária, Liberdade, Cidade Olímpica, Vila Luizão, Coroadinho, Centro, Vicente Fialho, Vila Cruzado, Recanto Fialho, Bequimão, Caratatiua, Bairro de Fátima, Bom Jesus, Turu, Vicente Fialho, Santa Clara, São Francisco, Vila Isabel, São Bernardo, Bacanga, Ipase de Baixo, Pedrinhas, Tibiri, Coroadinho, entre outros.

Na última semana famílias cadastradas pelos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) de bairros como Parque Nice Lobão, Fé em Deus, Gancharia e Alto da Vitória, entre outros, foram beneficiados com a distribuição de peixes. A secretária de Segurança Alimentar, Fatima Ribeiro, explica que o roteiro de distribuição do Peixe Solidário considera índices levantados através do trabalho de monitoramento dos dados socioeconômicos da cidade, realizado em parceria com a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas).

Fatima Ribeiro enfatiza o esforço da gestão municipal para garantir acesso à alimentação adequada. “O programa Peixe Solidário soma-se a outras iniciativas promovidas pela gestão do prefeito Edivaldo, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), para combate à fome. Além de assegurar o cumprimento da lei, contribuímos para a melhoria da qualidade de vida de milhares de famílias ludovicenses”, diz a titular da Semsa.

“Eu acho que esse é um ótimo programa, pois às vezes a gente não tem condição de comprar o alimento e o peixe é um alimento saudável para alimentar os nossos filhos e netos”, disse a aposentada Maria da Graça Araujo, 60 anos.

A estudante Érica Cristina, 15 anos, levou o pescado para a família

A estudante Érica Cristina, 15 anos, concorda. “Já é a segunda vez que somos beneficiados com o peixe desse programa. Lá em casa moram sete pessoas, então é muito bom porque a gente economiza”, contou.

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é outra iniciativa implantada pelo prefeito Edivaldo que fortalece as ações de combate à insegurança alimentar em São Luís, além de estimular a produção da agricultura familiar. As cestas do programa são formadas por mais de trinta gêneros alimentícios como frutas, verduras e hortaliças. São produtos hortifrutis da agricultura familiar das regiões de Matinha, Cinturão Verde e Tajipuru.

Com as ações do programa, a Prefietura já atendeu milhares de familias com a distribuição de 520 toneladas de alimento, de 2015 até agora. O PAA conta com a parceria da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), que identifica os beneficiários; e do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que destina os recursos.

 

Prefeitura paga segunda parcela do 13º salário dos servidores na quarta-feira (20)

Prefeitura paga segunda parcela do 13º salário dos servidores na próxima quarta-feira (20)A Prefeitura de São Luís pagará, na próxima quarta-feira (20), a segunda parcela do 13º salário dos servidores municipais, aquecendo a economia da cidade na semana que antecede o Natal. Os vencimentos dos servidores devem estar disponíveis nas contas já a partir das primeiras horas da manhã. O pagamento salarial em dia é uma das ações de valorização do funcionalismo municipal na gestão do prefeito Edivaldo.

Enquanto muitas prefeituras estão tendo dificuldade para manter o salário dos servidores em dia, a Prefeitura de São Luís tem se destacado por cumprir a tabela de pagamento definada no início deste ano. Ao longo do ano, a Prefeitura tem honrado o compromisso com os servidores e, em alguns meses, antecipou as datas previstas no calendário de pagamento. Para o prefeito Edivaldo, o servidor municipal é uma das prioridades em sua gestão. “Honraremos mais esse dever e compromisso de nossa gestão, que ao longo de todo o ano trabalhou e se empenhou para que todos recebessem seus vencimentos sem atraso”, assinalou o gestor.

O titular da Secretaria Municipal de Fazenda, Delcio Rodrigues, reforçou também que, apesar da crise econômica nacional, ao longo deste ano, o pagamento dos servidores de São Luís, vem se mantendo em dia. “Com planejamento rigoroso e responsabilidade, a Prefeitura de São Luís tem honrado seu compromisso”, reforçou o secretário.

Os servidores municipais têm acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e a senha.

 

Prefeitura convoca 202 candidatos classificados e aprovados no concurso público da Educação

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), convoca 202 candidatos classificados e aprovados no concurso público da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para os cargos de Professor e Nutricionista, conforme os dois editais de convocação para atuação nas zonas rural e urbana. O edital de convocação foi publicado na edição de quarta-feira (13) do Diário Oficial do Município e também no menu ‘Editais’ no Portal da Prefeitura.

Para zona urbana estão sendo convocados dois Técnicos Municipais de Nível Superior Nível IX-A – Especialidade Nutrição e 111 professores para os cargos de Nível Superior PNS‐A/Professor Nível Médio PNM-A- Especialidades: 1º ao 5º ano e Educação Infantil, Professor Nível Superior/PNS-A – Especialidades: Ciências, Língua Inglesa, Língua Portuguesa e Matemática.

Já para atuação na zona rural, são 89 professores convocados para os cargos de Professor Nível Superior PNS‐A/Professor Nível Médio PNM-A – Especialidades: 1º ao 5º ano e Educação Infantil, Professor Nível Superior/PNS-A – Especialidades: Ciências, História, Língua Portuguesa e Matemática.

Os 202 convocados nestes editais devem comparecer entre os dias 20 de dezembro de 2017 a 19 de janeiro de 2018 à Perícia Médica do Município, localizada à Avenida Beira-Mar, 342, próximo à antiga Reffsa de 14h às 17h30 (segunda a quinta) e de 8h às 12h (sexta-feira), para apresentação e homologação dos resultados dos exames admissionais.

Após a inspeção médica, os convocados devem comparecer entre os dias 15 de janeiro a 25 de janeiro de 2018 à Secretaria Municipal de Administração (Central de Atendimento ao Servidor Municipal – CEAT), localizada à Avenida Jaime Tavares, 402 – Praia Grande, em frente ao Terminal de integração, das 9h às 12h30 e das 15h às 17h de segunda a quinta (não haverá atendimento às sextas-feiras), para apresentação dos documentos exigidos, conforme edital de convocação.

O atendimento aos convocados na Semad será realizado mediante distribuição de senhas no início do horário de atendimento de cada turno: 9h (matutino) e 15h (vespertino), obedecendo ao limite máximo de 16 senhas diárias para atendimento, sendo 12 pela manhã e quatro à tarde. Tanto os exames laboratoriais e complementares quanto a emissão de documentos necessários à nomeação no cargo serão realizados às custas dos candidatos, conforme edital de convocação. Na Semad, todos os convocados deverão apresentar os documentos copiados em duas vias, estando acompanhados dos respectivos originais para efeito comprobatório.

De acordo com o edital, o não comparecimento nos prazos determinados para apresentação da documentação exigida, implica automaticamente no impedimento da nomeação.

CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA

Os candidatos com deficiência deverão comparecer à Perícia Médica, munidos de laudo (original ou cópia autenticada) circunstanciado que ateste a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID). Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a ausência do candidato com deficiência.

Se a deficiência do candidato não se enquadrar na previsão do artigo 43 do Decreto Federal n° 3.298/1999, o candidato será eliminado da lista de convocados com deficiência e passará a figurar apenas na lista geral por cargo/categoria profissional em igualdade de condições com os demais candidatos. Além do laudo específico, o candidato deverá atender à listagem geral de exames.

Réveillon Privilégio o Único com 18 atrações, 4 ambientes e Open Bar até ao amanhecer

O único com 4 ambientes, 18 atrações.

Já está na hora de ter o seu réveillon uma experiência única e incomparável, então reúna os amigos, a família e passe a sua virada de frente para o mar com muito conforto e segurança no Praia Mar Hotel.

O único com 4 ambientes, 18 atrações,  open bar de cerveja, água, vodka nacional e refrigerante a noite toda.

Também com open Food de caldos e salgados.

E para animar a festa a programação está especial com: Shinoda, Levada do Teco, Andson Mendonça, Argumento, Gerrard Lima, Wesley Dantas, Andinho, Samba Ceuma, Stanley e Cristian, Comando LL e os DJs Huggo Zanella, Erick Ferres, Bulacha, Pulga, The Paul, Dyogenes e Mad Dogz.

Mais um evento assinado por João Marcelo Clayton Macedo ( OJackie Chan- Produções).

Sua virada de frente pro mar e o melhor, com open bar.

Serviço:

Local: Praia Mar Hotel

Pontos de venda:

(Taxa de serviço)

Bilheteria Digital

Shopping da Ilha

Rio Anil Shopping

Rio Poty Hotel

(Sem Taxa)

Quarup Tropical Shopping

Iphone Center Renascença

Top Acessórios Shopping São Luis

Camarote

ESGOTADO

R$ 250,00 Inteira

R$ 460,00 Casadinha

Meia Esgotada

Open bar: Cerveja, água, vodka nacional e refrigerante.

Open Food: Salgados e Caldos

 Pista

R$ 150,00 Inteira

R$ 115,00 Meia

R$280,00 Casadinha

Open bar: Cerveja, água, vodka nacional e refrigerante.

Pista não tem open Food

Informações:

 (98) 98155-9040

Realização:

Clayton Macedo (OJackie Chan- Produções)

Prefeitura de São Luís inicia nesta sexta (15) fiscalização das faixas exclusivas

Faixas exclusivas têm o objetivo de dar agilidade e segurança ao trãnsitoDepois da prorrogação do prazo em mais 30 dias, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), dá início nesta sexta-feira (15) à fiscalização das faixas exclusivas para ônibus, táxis com passageiro e veículos preferenciais como ambulâncias e viaturas. Desde a instalação da fiscalização eletrônica, a população teve um prazo total de 60 dias para se adaptar às modificações, que têm o objetivo de promover maior segurança e fluidez ao trânsito, beneficiando especialmente os usuários do transporte coletivo.

Durante todo o período de adaptação, a Prefeitura desenvolveu ampla campanha de divulgação, visando orientar a população acerca das regras do trânsito, especialmente nos trechos das vias que passaram por modificações de tráfego em função da implantação das faixas exclusivas. As faixas foram implantadas nas avenidas Rio Branco, Colares Moreira e Cajazeiras. Com a nova regra de uso, só poderão trafegar nos trechos demarcados ônibus, táxi com passageiros, ambulâncias, viaturas da Polícia e da SMTT. Os demais veículos podem apenas convergir à direita nos pontos sinalizados.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, explica como as faixas exclusivas beneficiam o trânsito na cidade. “A criação dos corredores exclusivos de ônibus proporcionou maior fluidez ao transporte coletivo e contribui para desafogar o trânsito de modo geral na cidade, pois, com as faixas, os coletivos deixam de competir por espaço com os demais veículos. A medida fez com que a velocidade média dos ônibus fosse elevada de aproximadamente 15 km/h para cerca de 35 km/h, nos horários de pico”, ressalta o secretário.

Wanderley Costa, 37 anos, motorista aprovou a sinalização

A população vê a sinalização como um instrumento que vai melhorar a segurança no trânsito. “Acredito que aqui no Renascença vai melhorar bastante, especialmente por conta dos pardais”, disse o motorista, Wanderley Costa, 37 anos. “Com a fiscalização, com certeza a população vai respeitar mais e obedecer as regras do trânsito”, afirmou o taxista, Isaque Ferreira, 42 anos.

A decisão de prorrogar o prazo resultou da necessidade de ampliar o alcance das informações em relação ao uso dos corredores exclusivos e, assim, esclarecer as dúvidas da população sobre as regras. O período experimental está vigorando desde o dia 9 de outubro.

O titular da SMTT acrescenta que a prorrogação do prazo inicial de 30 dias foi positiva. “O prazo foi alongado porque a nossa intenção não é multar as pessoas, mas promover o bem-estar da população e a formação de condutores mais conscientes no trânsito”, enfatizou.

O uso indevido das faixas exclusivas incorre em infração gravíssima, com multa de R$ 293,00 e sete pontos na carteira de habilitação. A fiscalização também se estende aos ônibus, pois os veículos que saírem da faixa exclusiva também serão multados pela infração cometida.

Quem depende do transporte coletivo para trafegar, aponta benefícios da faixa exclusiva. “Pra quem anda de ônibus vai melhorar, pois é um meio de fluir melhor o trânsito”, ressalta a pedagoga Fátima Sousa, 58 anos.

 

Empresas de Rússia e China estudam parceria com governo do Pará para construir ferrovia

Empresas de Rússia e China estudam parceria com governo do Pará para construir ferrovia.

Duas empresas chinesas e uma russa já demonstraram interesse e estão estudando o projeto de construção de linhas férreas de mais de mil quilômetros no estado do Pará, cujo contrato deverá ser assinado na primeira metade do ano que vem.

A Ferrovia Paraense terá 1.312 km de extensão, passando por 23 municípios e conectando todo o leste do Pará, desde Santana do Araguaia até Barcarena. Ela atenderá, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Pará (Sedeme), “a uma das maiores províncias minerais do mundo e à grande fronteira do agronegócio, que ainda carecem de logística apropriada, com potencial para o transporte mais barato de ferro, bauxita, grãos, fertilizantes e combustíveis, entre outras cargas”. A ideia é a de que ela seja futuramente ligada à Ferrovia Norte-Sul.

“A interligação da Ferrovia Paraense com a Norte-Sul, num trajeto de apenas 58 quilômetros entre Rondon do Pará (PA) e Açailândia (MA) – trecho final da Norte-Sul – abre caminho para uma nova alternativa de escoamento de carga em um porto paraense, e é um dos atrativos do projeto para a iniciativa privada, pois permite o acesso às cargas de todo o país à rota estratégica de exportação, pelo Porto de Vila do Conde, no Pará, que encurta a distância entre o Brasil e os principais destinos das exportações: os portos de Rotterdam, na Europa, de Xangai, na China, e de Miami e Los Angeles, nos Estados Unidos, normalmente acessados pelos portos de Santos e Paranaguá”, disse à Sputnik Brasil a assessoria do secretário Adnan Demachki, de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, acrescentando que o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal já recebeu uma proposta do governo do Pará e estuda a melhor maneira de viabilizá-la.

A viabilidade da Ferrovia Paraense, ainda de acordo com a Sedeme, é atestada pelo interesse de grandes empresas do setor, como as chinesas CREC (China Railways Corporation) e CCCC (China Communications Construction Company) e a estatal russa RZD (Ferrovias Russas), uma das maiores companhias ferroviárias do mundo. A secretaria afirma que todas já conheceram o projeto e estão estudando a possibilidade de se tornarem parceiras do governo do Pará no empreendimento.

“O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também declarou que quer participar do financiamento da obra. Em 24 de novembro passado, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Paulo Rabello, anunciou o projeto como de grande valor estratégico, garantindo ao secretário Adnan Demacki, em encontro na sede da Sedeme, em Belém, que o BNDES tem interesse que a ferrovia, assim como outros grandes projetos do Pará que estão sob análise do banco, saia do papel e vire realidade.”

O projeto da Ferrovia Paraense está orçado em 14 bilhões de reais, com capacidade total de carga de 170 milhões de toneladas. Segundo as autoridades locais, já existem 27 milhões de toneladas de carga garantidos por compromissos firmados com nove empresas.

“O processo deverá ser concluído ao final do primeiro semestre de 2018.”

 

Via- Jornal do Brasil