Câmara em Pauta

A Câmara Municipal de São Luís recebeu uma proposta para encaminhar ao prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) sobre a construção de uma “Casa Mulher Acolhida”, espaço destinado às mulheres que tenham sofrido violência e que estejam em situação de rua na capital maranhense. A iniciativa foi apresentada por meio de requerimento de autoria da vereadora Eidimar Gomes (PSDB) e tem o objetivo de deixar as mulheres sob os cuidados da Casa Abrigo, onde terão atividades físicas, lúdicas para as crianças e também sócio-ocupacional.
Proteção à mulher II
“Eu apoio todas as ações públicas voltadas à proteção e preservação da integridade da mulher. Elas necessitam de um lugar para serem acolhidas e tratadas como elas merecem”, ressaltou Eidimar Gomes, ao garantir que, com este projeto, o sonho de ter um complexo de atendimentos pode sair do papel. Segundo a proposição a ser encaminhada ao Executivo Municipal, o abrigo visa oferecer ainda apoio assistencial e jurídico, em articulação com outras políticas públicas, principalmente nas áreas de saúde, educação e assistência social na perspectiva da constituição e consolidação de redes de atendimento à mulher.
Infraestrutura em bairros
Deram entrada no setor de protocolo da Câmara Municipal de São Luís uma indicação e um requerimento do vereador Armando Costa (PSDC). As proposições, dirigidas aos governos estadual e municipal, têm como objetos de solicitação conseguir benefícios de saneamento básico e infraestrutura, solicitados por milhares e moradores do Sá Viana e do Alto da Esperança. Na indicação, o vereador faz pleito que o governador Flávio Dino (PCdoB) e o presidente da Caema, Davi Telles, autorizem a construção, em caráter de urgência, de redes coletoras de esgoto na Rua Professor Nascimento de Moraes e na 3ª Travessa Professor Nascimento de Moraes, no Bairro Sá Viana.
Infraestrutura em bairros II
Armando Costa aponta problemas decorrentes da ausência de rede de esgoto

Armando Costa aponta problemas decorrentes da ausência de rede de esgoto
Armando Costa disse que a ausência das redes de esgotos ocasiona vários problemas como entupimentos, inundações e mau cheiro, oferecendo risco à saúde dos moradores, principalmente das crianças e idosos que são suscetíveis a doenças. A obra é uma antiga reivindicação dos moradores do Sá Viana. No requerimento a ser encaminhado ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e ao secretário da Semosp, Antônio Araújo, é feita a cobrança, com urgência, de serviços de drenagem, terraplanagem, sarjeta, meio fio e pavimentação asfáltica, nas 1ª, 2ª e 3ª travessas do Residencial Taguatur, no bairro Alto da Esperança.
Infraestrutura em bairros III
Nas proposições, Armando Costa reconhece que os moradores cobram os serviços públicos com razão, pois as vias do Residencial Taguatur encontrarem-se em estado deplorável com falta de estrutura adequada e muitos buracos, que pioram no período das chuvas, dificultando o tráfego de veículos e pedestres.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>