Concurso TRF-1

Foi publicado no Diário Oficial da União o edital de abertura das inscrições do concurso do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), com sede em Brasília/DF. A seleção é destinada ao provimento de 20 vagas para os cargos de técnico e analista judiciários do quadro de pessoal da Justiça Federal de 1º e 2º graus.

Haverá, ainda, formação de cadastro reserva (CR) para o preenchimento dos cargos que vierem a vagar após a homologação do resultado final ou forem criados dentro do prazo de validade do concurso (de dois anos, prorrogável uma única vez por igual período, a critério do TRF-1).

Vagas no TRF-1

Para ensino médio, as chances são para o cargo de técnico judiciário nas áreas administrativa (5 vagas + CR), administrativa – especialidade segurança e transporte (6 + CR) e apoio especializado – especialidade taquigrafia (CR). O salário inicial é de R$ 6.376,41.

Aqueles que têm o nível superior estão aptos à carreira de analista judiciário nas áreas administrativa (CR), judiciária (7 + CR), judiciária – especialidade oficial de justiça avaliador federal (2 + CR), apoio especializado – especialidade informática (CR) e apoio especializado – especialidade taquigrafia (CR). A remuneração é de R$ 10.461,90.

As ofertas estão distribuídas entre os Estados em que o TRF-1 possui jurisdição: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins.

O processo seletivo será executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O formulário de inscrição estará disponível no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/trf1_17_servidor no período das 10h do dia 13 de setembro até às 18h de três de outubro.

Os valores da taxa de participação do concurso do TRF-1 são de R$ 75 para técnico judiciário e R$ 86 para analista judiciário. O pagamento do boleto bancário deverá ser efetuado até o dia 1° de novembro, observado o horário de funcionamento do banco.

Edição especial da Feirinha São Luís atrai grande público em comemoração aos 405 anos da cidade

Edição especial da Feirinha São Luís atrai grande público em comemoração aos 405 anos da cidade

Como parte da programação de aniversário de 405 anos de São Luís, a Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), realizou uma edição especial da Feirinha São Luís neste domingo (10). Um grande público compareceu à Praça Bendito Leite para ver de perto as atrações culturias que reuniu teatro, música e cultura popular e ainda o melhor da gastronomia local, em um ambiente que valoriza a arte, agricultura familiar e entretenimento.

A programação cultural teve a peça ‘Pão com Ovo’, show ‘Canta São Luís’ – com César Teixeira, Fernando de Carvalho, Rosa Reis, Mano Borges, Kadu Ribeiro – e as apresentações dos grupos 1,2,3, Carcará, Ouro Musical, Marabloco, Boi Encanto do Olho d’Água e a Jardineira Cultural.

“O público veio em peso celebrar o aniversário da nossa querida São Luís, com apresentações artísticas que enaltecem nossa riqueza cultural. É gratificante ver o projeto abraçado e aprovado pela cidade e pelo público, nesta que é uma ação importante realizada por orientação do prefeito Edivaldo, e permanece cada vez mais forte no calendário da família ludovicense” disse o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

O projeto Feirinha São Luís tem promovido a reocupação do Centro Histórico desde junho, com o objetivo principal de divulgar e comercializar a produção agrícola familiar da capital e também as artes plásticas, artesanato, cultura,gastronomia e literatura. Uma de suas principais bandeiras é o fortalecimento da agricultura famíliar, incentivada na gestão do prefeito Edivaldo e que visa dar oportunidade ao produtor de ter mais um espaço de comercialização dos seus produtos.

JARDINEIRA

Uma das atrações culturais do dia, a Jardineira Cultural animou o público presente no Centro Histórico. A alegoria é uma ação itinerante que percorre bairros, comunidades e eventos levando a cultura maranhense por onde passa. AJardineira é uma realização da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult). A ludovicense Serliane Lima viu a alegoria pela primeira vez na Feirinha São Luís. “Gostei muito, espero que continue e leve cultura para todos os bairros da cidade”, disse.

“É um projeto que tem o objetivo principal de difundir a cultura de um extremo ao outro da cidade. Lançamos no aniversário de São Luís como uma forma celebrativa, presente aos ludovicenses. A ideia é que ela continue atuando permanentemente ao longo do ano”, explicou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

Em três dias de atuação, a Jardineira passou nas ruas do Centro Histórico, Avenida Pedro II, Praça Benedito Leite, Rua da Palma, Rua de Nazaré, Praça da Criança (Praia Grande), Madre Deus, Rua do Passeio, Praça da Saudade, Beco do Gavião, Anel Viário, Avenida Litorânea (Corredor e Praça dos Pescadores), Lagoa da Jansen (Praça do Foguetinho), Espigão, Ponta d’Areia, Cidade Operária, Cohatrac, Cohab, Angelim, Bequimão, Maranhão Novo, Ipase, Cohama, Vinhais, São Francisco, Estádio Castelão, Camboa (Praça da Ponte Bandeira Tribuzi) e Praça Maria Aragão.

Nos dias de programação, artistas locais e grupos passearam com a Jardineira, entre eles o cortejo de blocos tradicionais, Banda Raiz Tribal, Eliézio do Acordeon e Forró do Ponto Com., VI Cruzada Evangelista “Jesus a verdade que liberta” e a cantora Adriana Bosaipo com o show “Samba pra todos”.

CULINÁRIA

O ponto de encontro dominical das famílias e amigos ludovicenses, um dos destaques da Feirinha São Luís é a gastronomia. A Barraca do Chef teve como convidada neste domingo (10), Rosângela Roxo que apresentou um cardápio de delícias típicas da culinária maranhense.

A proposta da Barraca do Chef é que a cada edição, seja apresentado um cardápio com a marca de cada profissional. Nas edições anteriores, nomes como Melquiades Dantas, Cila Brandão, Juja, Danilo Dias, Thiago Ogro, Felipe Marques, Giuseppe Rocha e Paulo Coimbra, conquistaram o público pelos sabores variados de seus pratos.

PROJETO

A Feirinha São Luís é realizada todos os domingos na Praça Benedito Leite, de 7h às 15h. Integrando 11 polos agrícolas da grande Ilha, que comercializam produtos diversos a preços competitivos, distribuídos em mais de 80 pontos de comércio, movimentando o turismo na capital. A Feirinha conta com 29 barracas para produtos agrícolas, 25 para artesanato, 14 de alimentação e 11 food trucks.

A iniciativa tem apoio do Governo do Estado, Citelum, reunindo órgãos municipais, Banco do Nordeste, Supermercados Mateus, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e Associação Comercial do Maranhão (ACM). Apoiam ainda o evento, o Senac, a Academia Maranhense de Letras, e a Arquidiocese de São Luís.

 

Feirinha São Luís terá edição especial neste domingo em celebração ao aniversário da cidade

Feirinha São Luís terá edição especial em celebração ao aniversário da cidade neste domingo (10)A Ferinha São Luís, que todos os domingos atrai um grande público para Praça Benedito Leite, onde acontece das 7h às 15h30, terá uma edição especial neste domingo (10) como parte da programação da Prefeitura pelo anivesário de 405 anos da capita. Quem for ao local vai poder desfrutar de atrações pensadas especialmente para presentear a cidade nesta data tão especial. A programação vem recheada de atrações artísticas e culturais que enaltecem a riqueza de ritmos e cores da cidade. A trupe do espetáculo ‘Pão com Ovo’ estará animando o público e promete fazer todo mundo se divertir.

A primeira atração será a anfitriã Banda da Feirinha, seguida do Grupo Carcará, que se apresenta ás 9h. O grupo Ouro Musical começa a tocar às 10h. A programação segue às 11h com Boi Encanto de Olho D’água. Meio dia terá o show Canta São Luís, com César Teixeira, Fernando de Carvalho, Rosa Reis, Mano Borges, Kadu Ribeiro e grupo 1.2.3. Dando continuidade a festa, tem apresentação da peça Pão com Ovo às 14h. E às 14h30 a banda Marabloco encerra a programação.

“Convidamos a família ludovicense e os turistas para celebrarem o aniversário da nossa cidade nesse domingo na Feirinha São Luís, com atrações que são legitimamente da nossa capital, além de poderem garantir as compras de produtos agroecológicos para abastecer a geladeira e saborear nossa culinária típica, dentre tantas opções que só tem na Feirinha”, destaca o secretário da Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues.

A Feirinha São Luís é um projeto da Prefeitura desenvolvido por meio Semapa que tem promovido a reocupação do Centro Histórico desde junho, com o objetivo principal de divulgar e comercializar a produção agrícola familiar da capital e também divulgar as artes plásticas, artesanato, cultura, gastronomia e literatura.

O fortalecimento da agricultura famíliar tem sido uma das bandeiras da gestão do prefeito Edivaldo que visa dar oportunidade ao produtor de ter mais um espaço de comercialização dos seus produtos. Além dos viés da agricultura a Feirinha também tem atraído grande público em razão de agregar cultura, artesanato e gastronomia em um mesmo espaço.

CULINÁRIA

Ponto alto da gastronomia no evento, a Barraca do Chef tem como convidado nesse domingo Rosângela Roxo do Restaurante Crioulas, que vai trazer em seu menu delícias típicas da nossa culinária. A proposta da Barraca do Chef é que a cada edição, seja apresentado um cardápio com a marca de cada profissional.

Participam da Feirinha 11 polos da grande Ilha, que comercializam produtos diversos a preços competitivos, distribuídos em mais de 80 pontos de comércio, movimentando o turismo na capital. A “feirinha” conta com 29 barracas para venda de produtos agrícolas, 25 para artesanato, 14 de alimentação e 11 food trucks.

A iniciativa tem apoio do Governo do Estado, Citelum, reunindo órgãos municipais, Banco do Nordeste, Supermercados Mateus, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e Associação Comercial do Maranhão (ACM). Apoiam ainda o evento, o Senac, a Academia Maranhense de Letras, e a Arquidiocese de São Luís.

Prefeito Edivaldo entrega escola Henrique de La Rocque totalmente reformada e climatizada

­

Prefeito Edivaldo entrega escola Henrique de La Rocque reformada e climatizadaUma nova escola, totalmente reformada e climatizada, foi entregue pelo prefeito Edivaldo, neste sábado (9). A Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Henrique de La Rocque, na Vila Embratel, na área Itaqui-Bacanga, está entre as cerca de 70 unidades que já passaram por reforma em toda sua estrutura realizada pela Prefeitura de São Luís para garantir educação de qualidade aos estudantes da rede municipal de ensino. A entrega da escola faz parte da programação de aniversário da cidade, que celebrou 405 anos de fundação na sexta-feira (8). A unidade é mais uma das dezenas contempladas com melhorias executadas por meio do programa ‘Educar Mais’.

Acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda e do vice-prefeito, Julio Pinheiro, Edivaldo destacou a importância da escola para a região Itaqui-Bacanga, uma vez que ela atende cerca de 1.500 alunos da área. Até o fim deste anoserão entregues 120 escolas totalmente restauradas, por meio do ‘Educar Mais’, que tem como principais focos a melhoria da aprendizagem, o monitoramento do ensino, a formação continuada, a gestão e infraestrutura das unidades.

“É uma grande alegria poder devolver esta importante unidade amplamente requalificada e apta a receber nossas crianças com qualidade e dignidade. A área da educação sempre foi uma prioridade absoluta da nossa gestão e isso nós estamos concretizando com muitas ações que vão desde a melhoria da infraestrutura predial das nossas escolas, visando proporcionar ambientes mais adequados ao ensino; investimentos na capacitação de nossos educadores até a implementação de ferramentas importantes para nortear a tomada de nossas decisões na área”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Presente ao ato de entrega da escola, o vice-prefeito Julio Pinheiro pontuou as ações realizadas pela Prefeitura para o desenvolvimento da educação municipal. “Todo o esforço tem sido empreendido para a melhoria da nossa educação que, sem dúvida, é o carro-chefe do nosso governo, o que vem sendo evidenciado por meio do programa ‘Educar Mais’, que não apenas realiza a reforma das escolas, mas efetiva uma grande articulação no campo pedagógico, fortalecendo a rede municipal de ensino em todos os seus aspectos”, observou Julio Pinheiro.

Segundo o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, a Prefeitura já entregou, nos últimos dias, as escolas Professora Luzenir Mata Roma (Vila Nova República); Meus Amiguinhos e Rosilda Cordeiro (Quebra Pote); São José e Cleonice Lopes (Itapera) e Hortência Pinto (Coqueiro). E já estão programadas para serem entregues nos próximos dias as U.E.Bs Alberto Pinheiro (Centro), Bandeira Tribuzi (Jaracati), Rubem Rosa (Poeirão); Gomes de Sousa e Tiradentes (Vila Maranhão), José Assub, entre outras que estão concluindo os serviços de reforma.

“Todo o nosso planejamento de entregas de unidades reformadas está sendo cumprido precisamente, para atender a determinação do prefeito Edivaldo em ofertar às nossas crianças ambientes escolares cada vez melhores. Sem dúvida, as dezena de escolas entregues amplamente restauradas, tendo como embasamento os princípios que norteiam o grandioso programa ‘Educar Mais’, instituído por esta gestão, representam um salto significativo na melhoria da infraestrutura escolar e na educação municipal como um todo”, destacou o secretário Moacir Feitosa.


A U.E.B. Henrique de La Rocque tem 15 salas de aula, agora todas climatizadas e atende a cerca de 1.500 alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Ainda conforme Moacir Feitosa, a escola tem uma peculiaridade especial, o fato de ser o maior campo de estágio para estudantes de pedagogia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Os serviços de reforma na unidade contemplaram melhorias em sua infraestrutura para garantir mais qualidade ao ensino e melhores condições de trabalho aos educadores. As obras de manutenção predial incluíram intervenções nas redes elétrica e hidráulica; pintura, cobertura, recuperação de salas de aula e salas de vídeo.

Com o objetivo de tornar o ambiente muito mais aprazível, confortável e estimulante ao aprendizado de crianças e jovens alunos. A recuperação dos prédios escolares da rede está entre as prioridades da gestão e garante, juntamente com outras iniciativas, o resultado positivo no ensino infantil e fundamental.

PROGRAMA

O programa municipal de educação ‘Educar Mais’ tem foco na aprendizagem, monitoramento, formação continuada, gestão e infraestrutura. Por meio do programa está sendo realizado o diagnóstico da qualidade do ensino oferecido na rede pública municipal de São Luís com o objetivo de acompanhamento, monitoramento e tomada de decisões.

Convidada especial da cerimônia de entrega da unidade, a aposentada Margarida Soares Nogueira, 88 anos, tem uma histórica relação de amor com a escola Henrique de La Rocque. Foi ela quem doou o terreno para construção da primeira sede da escola, nos idos de 1968.

“Fico imensamente feliz de ver que a escola continua firme e forte e agora mais do que nunca, após as reformas realizadas pela Prefeitura em toda sua estrutura. A escola já formou tantas crianças dessa cidade merceia mesmo esse tratamento”, disse a aposentada.

Participaram também do ato de entrega os secretários municipais Pablo Rebouças (Governo), Antônio Araújo, (Obras e Serviços Públicos), Ivaldo Rodrigues (Agricultura, Pesca e Abastecimento) e Conceição Castro (Comunicação); o procurador-geral do Município, Jackson Castro; a vereadora Concita Pinto; a diretora geral da unidade entregue, Rodivânia Frazão, entre outras autoridades e lideranças comunitárias locais.

Cantor Leonardo não estava no avião que caiu em Maceió

Leonardo não estava no avião que caiu na praia de Pajuçara próximo de Maceió em Alagoas.

Avião Bi-motor caiu nesta sexta-feira (8) a tarde na praia de Pajuçara, próximo de Maceió em Alagoas.

As informações era que o cantor Leonardo estava no avião no momento da queda, mas apenas quatro pessoas estavam no avião.

Segundo a assessoria de imprensa do cantor, ele está em um hotel no Rio Grande do Sul. ” Graças a Deus a informação não procede. Falei com Leonardo agora, ele está em um hotel. Nem decolou, só vai sair de lá mais tarde” revelou a assessora.

As imagens circulam pela internet, e um dos sobreviventes gerou a confusão de que poderia ser Leonardo.

Vídeo circula nas redes com a informação de que Leonardo estaria no Bi-motor

Via Informações Antena

Homenagem da Câmara Municipal de São Luís aos 405 anos dessa ilha bela

História

Os primeiros europeus a chegarem à área que hoje corresponde ao Estado do Maranhão foram os espanhóis, em 1500.

Os portugueses tentaram retomar o território 35 anos depois, mas fracassaram. Em 1612, um grupo de 500 franceses munda a França Equinocial. O combate ao povoado por parte dos portugueses durou até 1515.

No período houve várias tréguas, mas os portugueses retomaram a área em definitivo. Em 1612, a Coroa instituía o Estado do Maranhão e Grão-Pará. O objetivo era melhorar a defesa da costa e os contatos com a metrópole.

A vigilância não evitou uma nova investida estrangeira. Dessa vez, em 1641, os holandeses chegaram à região e ocuparam a ilha de São Luiz. O nome era uma homenagem a Luiz XIII. A permanência dos holandeses durou três anos.

Quando os portugueses conseguiram consolidar o domínio na região, houve a separação de Maranhão e Grão-Pará, em 1774.

O Maranhão é um dos estados de maior influência política portuguesa. Essa fato fez com que, somente em 1823, aceitasse a Independência do Brasil. O processo não foi pacífico e o fim resultou de uma batalha armada.

Economia

Até o fim do século XVII, a base da economia maranhense estava centrada na produção de especiarias, como o cravo, canela e pimenta. Também de grande importância o cultivo da cana-de açúcar.

Após o fim da escravidão negra, em 13 de maio de 1888, um período de acentuada decadência econômica assolou o Maranhão. A recuperação só viria no fim da século XX, com o incremento da indústria têxtil.

Formação da População

Duas importantes correntes migratórias foram registradas no Maranhão no decorrer do século XX. O movimento começou com a chegada de sírio-libaneses.

No intervalo das décadas de 40 e 60, migrantes do Ceará se instalaram no Maranhão em busca de lavouras mais produtivas.

São Luis, é um dos segredos mais cativantes do Maranhão, fundada por franceses, disputada por holandeses e construída por portugueses, que atraídos por seus mistérios, transformaram-na em uma cidade apaixonante.
Orgulho de ser ludovicense!

 

 

Sydnei Pereira entrega UBS em Anajatuba

 

“Com muito trabalho e dedicação estamos avançando na área da saúde”, destacou o prefeito.

O prefeito de Anajatuba (cidade a 137 quilômetros de São Luís), Sydnei Pereira (PCdoB), inaugurou nesta quarta-feira (06), a Unidade Básica de Saúde (USB), no distrito de Picada, zona rural do município.

A UBS totalmente climatizada que contará com uma sala de ACSs, consultório odontológico, sala de observação, sala de curativos, recepção e sala de espera, WC Feminino, WC Masculino e WC no consultório médico.

É a 6ª unidade de saúde já inaugurada na gestão de Sydnei Pereira do PCdoB.

“Todos esses avanços que temos construído são frutos de planejamento e capacidade coletiva da nossa equipe de governo, que não mede esforços em melhorar a cidade e cuidar das pessoas”, finalizou Sidney.

 

 

NOTA DE REPÚDIO DO MOVIMENTO NEGRO DO PDT

NOTA DE REPÚDIO DO MOVIMENTO NEGRO DO PDT

O Movimento Negro do PDT do Maranhão vem a público repudiar e denunciar a forma covarde, arbitraria, racista, abusiva, com que a Policia Militar do Maranhão reagiu a uma manifestação pacífica de jovens estudantes da Escola Bacelar Portela que mais de 3 anos encontra-se desativada para uma inacabada reforma. A manifestação estudantil motivou os monstruosos policiais racistas e preconceituosos a agredir de forma covarde a estudante DENISE DUARTE que é presidente da agremiação central estudantil – CES, e também militante das causas raciais, estudantis e juvenil. O que nos chama atenção é entender que atitudes assim, além de que nos deixar abismados também colaboram para aumentar os índices de violência contra a população jovem negra deste estado, assim como, contra as mulheres negras vitimas de violências e atos discriminatórios por parte de policiais despreparados, e consequentemente, reprováveis em suas ações nada protetivas para com sociedade, e desqualificados, perante o desejo popular de ações de politicas de seguranças mais humanas e sociais em nossa população. Culpamos este despreparo ao arcaico modelo do Governo do Estado do Maranhão, que por décadas se preocupa somente em contratar despreparados como estes, sem nenhuma formação humana e de cidadania na condução dos direitos das minorias. Desta forma, o Movimento Negro do PDT do Maranhão se coloca aqui em total apoio e solidariedade a jovem Denise Duarte, e desaprovamos as atitudes como estas da milícia do regime militar que tanto este atual governo se disse ter coibido.
Aguardamos assim, um posicionamento do governador Flávio Dino.

Cleiton de Jesus Reis – Presidente