Empresários do setor imobiliário selam parceria no serviço de locação em São Luís

Ronierd Barros e Ademar Mariano dão as mãos para simbolizar parceria
Embora os números do mercado imobiliário sinalizem desaceleração, os empresários Ronierd Barros e Ademar Mariano, proprietários de tradicionais empresas em locação e venda de imóveis no Maranhão, têm boas perspectivas de negócios. A expectativa é de crescimento a partir de dezembro deste ano, resultados que deverão se manter em 2017.
Entre as estratégias de crescimento, Ronierd Barros e Ademar Mariano acabam de oficializar parcerias entre suas empresas, que atuam no setor da construção civil, locação e outros segmentos. O objetivo é reunir as experiências vivenciadas ao longo de mais de 20 anos no mercado imobiliário e gerar crescimento no setor de locação em cidades como São Luís e Imperatriz, além de outras que gerem demandas.
Em entrevista, Ademar Mariano ressaltou a parceria com o empresário Ronierd Barros como um negócio promissor, já que ao longo dos anos, eles constituíram uma segunda empresa em sociedade (Barros Ribeiro). Ademar lembra que em São Luís, a primeira empresa em sociedade com Ronierd foi no ano de 2009, que trouxe resultados positivos e com perspectivas de crescimento não só regional, mas com abrangência em todo o território nacional e no exterior.
A oferta de imóveis e as modalidades de financiamento, taxas de juros e a realidade econômica do consumidor são pontos que vêm frustrando o sonho de milhões de brasileiros de conquistar a casa própria. Atualmente, muitos têm deixando de honrar com os pagamentos de prestações, outros não dispõem de recursos tampouco para pagar a entrada. “Embora o cenário seja este, acreditamos em novos tempos. A compra de um imóvel para uso próprio ou para investimento é sempre um bom negócio mesmo tendo sua liquidez neste momento um pouco lenta. Porém, sua valorização e renda demonstram serem o mais atraente investimentos dos negócios”, informou Mariano.
Quanto ao momento político, o empresário acredita que, resolvida a questão política e promovida algumas reformas emergenciais e controlado o déficit de contas públicas, a confiança do brasileiro voltará, favorecendo então a retomada da geração de emprego e renda.
“A persistência é um fator primordial para todo empreendedor que pretende se manter no mercado. As crises existem, porém são passageiras. Com um bom planejamento, uma boa equipe e muito trabalho, não há crise que resista”, finalizou Ademar Mariano.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>