Maranhão encerra campanha de vacinação contra gripe com cobertura de 89,51%

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), encerrou nesta sexta-feira (10) período de prorrogação da campanha de vacinação contra Influenza A (H1N1) no Maranhão. O estado atingiu uma cobertura 89,51% do público alvo, composto por 1.390.900 pessoas, superando a meta de 80% estabelecida pelo Ministério da Saúde.
A campanha, que teve início dia 30 de abril, foi voltada para os grupos prioritários formados por crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

O grupo que apresentou o melhor desempenho em relação à cobertura vacinal no Maranhão foi o de trabalhadores de saúde, com cobertura de 106,83% de imunização, seguida das puérperas (105,69%), indígenas (100,15%), idosos (92,74%), crianças (84,88%) e as  gestantes (84,79%).
A campanha foi encerrada preliminarmente no dia 20 de maio, mas teve a continuidade recomendada pelo Ministério da Saúde. “Orientamos os municípios nas estratégias de atingir os grupos prioritários de acordo com as necessidades locais e a estratégia deu certo”, afirmou a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças, Maria das Graças Lírio Leite.
A definição dos grupos prioritários segue a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), além de ser respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.
Sintomas
A gripe – tanto a H1N1 quanto a H3N2 ou a Influenza B – tem como sintomas febre alta e súbita, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor nas articulações e dor de cabeça. No caso do H1N1, um sintoma que chama a atenção é o cansaço excessivo. É importante distinguir a gripe do resfriado comum, que é muito mais leve, com sintomas menos graves, como coriza, mal estar, dor de cabeça e febre baixa.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>