Polícia identifica suspeitos de matar médica

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, identificou dois homens suspeitos de participaramem do assassinato da médica Gisele Palhares Gouvêa, de 35 anos, na Linha Vermelha, na Pavuna, zona norte do Rio.
A polícia já tem imagens da região e do momento em que a dermatologista foi assassinada, mas, segundo a corporação, ainda são inconclusivas e três testemunhas ainda são procuradas. Uma nova pericia será realizada no local nesta quarta-feira (29).

Familiares e policiais que atenderam a ocorrência no sábado prestaram depoimento nesta terça-feira.

O crime

Gisele foi morta na noite do último sábado (25). Ela dirigia um carro de luxo e seguia do município de Nova Iguaçu para a Barra da Tijuca, onde vivia com o marido, Renato Palhares. Ela foi abordada na divisa dos municípios de São João de Meriti e Rio de Janeiro. 

Segundo informações preliminares, a dermatologista carregava uma quantia em dinheiro. Apesar da região ter muitos assaltos, nada foi levado pelos criminosos.

O corpo de Gisele foi enterrado na segunda-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita.
Fonte: UOL

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>