Prefeitura entrega escolas requalificadas nos bairros Centro, Estiva e Santa Bárbara

O prefeito Edivaldo entregou na manhã deste sábado (5) mais três escolas que receberam obras de requalificação incluindo melhorias nas instalações elétricas e hidráulicas, piso, telhado e pintura nova. A agenda de entrega foi iniciada logo cedo, às 8h30 pela Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Luís Serra, no Centro. De lá o prefeito seguiu para a U.E.B Evandro Bessa, localizada na Estiva. Encerrando a agenda, também foi vistoriada a U.E.B. Enedir Santos Paixão, no bairro Santa Bárbara. Até o final do ano. serão 70 escolas requalificadas, beneficiando milhares de estudantes de diferentes bairros da capital. Nesta etapa serão atendidos cerca de mil alunos. Os vereadores Francisco Carvalho e Vieira Lima acompanharam o prefeito Edivaldo e o secretário Moacir Feitosa nas visitas às escolas.

A U.E.B Luís Serra tem 197 alunos matriculados e está localizada na Rua da Saúde, Centro, em um prédio construído em 1827 e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), há 35 anos. Na ocasião, o chefe do executivo municipal destacou as ações que têm sido implementadas nesta gestão. “Estamos visitando três escolas que estamos entregando totalmente requalificadas. Até o final do ano, concluiremos e entregaremos 70 escolas no município de São Luís e continuaremos, no próximo mandato, com a política de valorização da Educação implementada nesta gestão”, disse o prefeito Edivaldo.

Para a diretora da U.E.B Evandro Bessa, Rosana Amarilis, as obras trouxeram conforto aos alunos e professores. “Antes não tinham ventilação, era muito calor e a I luminação era precária. Agora está tudo muito bom, a comunidade escolar está de parabéns”, festejou a diretora.

O secretário de Educação Moacir Feitosa informou que na proxima semana as entregas de escolas requalificadas continuam. “Estas obras são importantes porque melhoram o ambiente de trabalho para o professor e para as crianças. A determinação do prefeito Edivaldo é valorizar a educação, os professores e estudantes, como a população de São Luís merece”, frisou o gestor.

Claudiane Lira de Freitas, 10, estudante da U.E.B Hortência Pinho, vizinha à Evandro Bessa, diz estar feliz com as mudanças na escola. “Antes era ruim e agora está muito melhor, dá para estudar e também brincar. Agora temos uma escola nova”, disse a menina.

A Prefeitura tem investido na requalificação, construção de escolas e creches em toda a cidade. Entre os bairros que estão sendo comtemplados com obras de novas escolas estão a Chácara Brasil, Residencial Ribeira e Vila Conceição (Coroadinho) que receberão unidades de ensino com 12 salas cada uma, com capacidade para atender 1.200 alunos nos três turnos. A Prefeitura também está construindo creches na Cidade Operária, Chácara Brasil, São Raimundo e Residencial Morada do Sol, que atenderão 120 crianças em tempo integral ou 240 divididas em turnos. Com a conclusão das obras, serão abertas quase quatro mil vagas na rede municipal de ensino.

As melhorias realizadas nas escolas entregues neste sábado incluíram substituição de ventiladores nas salas de aula, melhoria dos banheiros e manutenção de caixas de água. “Na infraestrutura física foram realizados serviços de reboco de paredes, forro e conserto de telhando com substituição de peças de madeira, em alguns casos como é o caso da Evandro Bessa”, contou o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

OBRAS EM RITMO ACELERADO

Para atingir a meta de requalificação de até 70 escolas até dezembro a Prefeitura está trabalhando em ritmo acelerado em várias outras unidades de ensino. Entre as escolas que estão recebendo melhorias e com obras avançadas estão as U.E.B Primavera, no Cohatrac; Bandeira Tribuzi, no Centro; e Alberto Pinheiro, também no Centro.

Com a melhoria da infraestrutura das escolas, a Prefeitura está garantindo mais conforto e segurança para alunos, professores e gestores e mais qualidade no ensino, segundo destacou o secretário. A recuperação dos prédios escolares já existentes soma-se a outras ações como melhoria do transporte escolar, alimentação e segurança das escolas, bem como investimentos em formação continuada de professores, aquisição e distribuição de material didático e fomento a ações e projetos na área da Educação Inclusiva.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>