Prefeitura inicia atividades de criação da Rede São Luís de Pontos de Cultura

Já está disponível no portal da Prefeitura de São Luís o resultado final da etapa de seleção e classificação do Edital da Rede São Luís de Pontos de Cultura com a lista definitiva das iniciativas culturais que serão premiadas e vão integrar a Rede São Luís de Pontos de Cultura da Política Nacional do Programa Cultura Viva, projeto administrado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).
“Após todo o processo de seleção, classificação e a fase de entrega de documentação das iniciativas, vamos agora dar início à pactuação com os grupos para realizar a premiação e organizar o calendário de oficinas de capacitação nos próximos meses, garantido o compromisso do prefeito Edivaldo em descentralizar as ações culturais para mais áreas do território municipal”, afirmou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.
A lista final foi concluída após a entrega de toda documentação exigida para validação dos termos de compromisso das iniciativas culturais com a Prefeitura e o Ministério da Cultura. Ao todo, foram 171 projetos inscritos e selecionadas 10 entidades culturais (que já são pontos de cultura), 10 coletivos culturais e 20 entidades culturais que ainda não são certificadas como ponto de cultura, totalizando 40 propostas que receberão premiação e reconhecimento pelo MinC. As entidades culturais receberão o prêmio de R$ 43.350,00 e os coletivos culturais receberão o prêmio de R$ 30.345,00.
INCENTIVO
O edital premiará iniciativas culturais de diversos segmentos da política cultural, como cultura popular, dança, teatro, música, entre outras expressões. A capital maranhense é a primeira cidade no país a executar este modelo de premiação com fomento direto a 40 iniciativas culturais.
Entre as entidades culturais que serão premiadas está a Tramando Teatro, companhia teatral que desenvolve trabalhos artísticos e pesquisas teatrais, com sede na Rua Isaac Martins, 64, no Centro de São Luís. O centro cultural conta com sala para ensaios, ateliê de costura, sala de música, oficina para confecção de cenário, área de vivência e área de produção de fantasias.
Com 18 anos de atuação em São Luís, um dos projetos mais conhecidos do público é o Passeio Serenata, organizado pelo grupo, e que reúne dezenas de pessoas pelas ruas históricas de São Luís, contando a saga de poetas, escritores e políticos da São Luís.
Para o diretor e fundador da Tramando Teatro, Armando Veras, a premiação vai garantir a melhoria e ampliação das atividades já desenvolvidas pela companhia. “Essa premiação vai servir para custear as atividades que propusemos no projeto, que é a realização de oficinas de costura teatral e elaboração para figurinos, direcionada para o público LGBT, e que culminará em 10 apresentações de rua, a partir do trabalho desenvolvido nas oficinas, além de ser um recurso que vai garantir a melhoria das atividades que já desenvolvemos na companhia”, explicou Armando.
Outro segmento cultural beneficiado será o da capoeira. O grupo Tombo da Ladeira recebeu a maior pontuação entre os coletivos culturais selecionados pelo edital. Com sede no bairro do Desterro, o coletivo cultural foi fundado em 1992 e atende a um público diverso, entre crianças, jovens, pessoas em situação de vulnerabilidade social e pessoas com deficiência, como destaca o coordenador do grupo, Hélio de Sá Almeida, conhecido como Mestre Gavião. “Levamos a cultura da capoeira para um público diverso, sem discriminação de qualquer natureza, e hoje temos o retorno social de muitos jovens que passaram pelo projeto, fizeram suas graduações e colaboram conosco nas oficinas que desenvolvemos”, destacou Mestre Gavião.
Ele explica que a premiação servirá para ampliar o atendimento e desenvolvimento dos projetos já executados pelo grupo cultural. “A certificação do nosso grupo é um reconhecimento importante porque sempre trabalhamos de forma voluntária, sem incentivo direto do poder público, e a premiação abrirá muitas portas para que possamos ampliar esse atendimento ao público menos favorecido, com a execução dos projetos que já desenvolvemos no Desterro e em outros bairros, além de promover os encontros de mestres de capoeira, a gravação de um CD e garantir a melhoria da infraestrutura do nosso ponto de cultura”, concluiu Mestre Gavião.
CAPACITAÇÃO
Além da premiação, os grupos participarão de oficinas de capacitação para fortalecer a rede de pontos de cultura, dando mais visibilidade, melhorando a organização dos grupos e reconhecimento dessas manifestações, após a oficina de pactuação com a Secult e o MinC, onde serão apresentadas as metas e o cronograma do projeto Rede São Luís de Pontos de Cultura, o programa de capacitação, orientações sobre a aplicação dos recursos e a Política Nacional do Programa Cultura Viva.
O programa de capacitação do projeto será composto por temas prioritários para o desenvolvimento da economia da cultura local e para articulação em rede, alinhados com as políticas do Sistema Nacional de Cultura, do Plano Municipal de Cultura de São Luís e da Política Nacional do Programa Cultura Viva, tais como: Política Nacional de Cultura Viva, Cultura de Rede; Redes Associativas; Elaboração de Projetos e Captação de Recursos; Comunicação Comunitária; Comunicação Visual e Portfólios Culturais; e Cultura Empreendedora.
SELECIONADOS
A lista completa do resultado final da seleção dos pontos de cultura está disponível no portal da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br) e também na sede da Secult, localizada na Rua do Mocambo, 253, Centro.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>