Relator da reforma da Previdência recebeu R$ 200 mil, dizem delatores

O relator da reforma da Previdência, o deputado Arthur Maia (PPS-BA), recebeu R$ 200 mil da Odebrecht em sua campanha para a Câmara em 2010, de acordo com os delatores da Odebrecht Claudio Mello Filho e José de Carvalho Filho.

Os recursos foram entregues pelo departamento de operação estruturada da Odebrecht para “Tuca”, o apelido do parlamentar dentro da Odebrecht.

O ministro do Supremo Edson Fachin determinou a abertura de inquérito para apurar a veracidade do relato dos delatores. Mandou também a Polícia Federal fazer as diligências pedidas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Fonte: Folha de São Paulo.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>