Documento mostra que prefeito de Alcântara não está na lista de cassação divulgada pela mídia

Em respeito à população de Alcântara, o prefeito Anderson Wilker (PCdoB), faz um esclarecimento sobre a informação falsa divulgada pela mídia de que estaria na lista de possível cassação.

É verdade que antes mesmo das eleições em 02 de setembro de 2016, foi protocolado pelo candidato opositor um pedido de Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), mas o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), não acatou o pedido e arquivou o processo dia 14 de março de 2017.

Um documento emitido pela 52ª zona eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) comprova arquivamento do processo. Com isso o prefeito de Alcântara está tranquilo e continua trabalhando para melhorar a vida da população, que ficou no esquecimento por muito tempo. VEJA ABAIXO O DOCUMENTO DO TRE.

Diante dos esclarecimentos, o prefeito Anderson Wilker agradece pela compreensão e está disponível para qualquer informações sobre seu mandato que é pertencente ao povo de Alcântara.

Prefeitura de São Luís finaliza a construção de mais três bases descentralizadas do Samu

Prefeitura de São Luís finaliza a construção de mais três bases descentralizadas do Samu

Agilizar os atendimentos em emergência de saúde, facilitar o acesso da população e melhorar a qualidade dos serviços na área. Com este objetivo, a Prefeitura de São Luís prossegue com o programa de ampliação da rede de atendimento de urgência e emergência e finalizou a construção de mais três bases descentralizadas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). As unidades vão funcionar nos bairros da Cidade Olímpica, Vicente Fialho e Anjo da Guarda e contam com estrutura adequada às atividades, equipamentos modernos e profissionais com formação específica.

A implantação das unidades faz parte do conjunto de ações voltadas para a reestruturação do Samu, que vem sendo promovido pelo prefeito Edivaldo. Com estas três, passam a somar cinco bases descentralizadas. As demais estão localizadas nos bairros São Bernardo e Maracanã. Há ainda a unidade central, sediada no Filipinho. O objetivo, ao descentralizar o serviço, é aproximar o serviço dos pontos de ocorrência, agilizando assim o atendimento do Samu à população.

“A criação das bases descentralizadas do Samu é parte das políticas públicas municipais voltadas para a área da saúde implementadas na nossa gestão. Elas vão melhorar a qualidade do atendimento no setor, as condições de trabalho dos profissionais e agilizar os serviços disponibilizados à população. Sem dúvida, vamos proporcionar mais agilidade aos atendimentos por meio de uma melhor dinâmica do serviço”, destacou o prefeito Edivaldo.

A secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe, destaca que a principal vantagem destas bases descentralizadas é a maior agilidade e diminuição do tempo-resposta no atendimento às demandas. “A descentralização deste serviço vai tornar mais ágil e qualificado o atendimento de urgência e emergência móvel e contribuir para um serviço mais eficiente à população. Estas bases foram instaladas em pontos bastante estratégicos, onde se concentram demandas de áreas adjacentes. Para o profissional, a mudança também é positiva, uma vez que as bases oferecem mais conforto, comodidade e qualidade de trabalho, por ser espaço adequado com áreas para descanso”, enfatizou a titular da Semus.

ESTRUTURA

A estruturação física dos prédios destina espaços adequados para alimentação, troca de material, descanso e até atividades de lazer dos profissionais, que podem usá-lo quando não estiverem em atendimento. Outro benefício apontado pelo diretor administrativo do órgão, Jonatas Fernando de Souza Ribeiro, é a ampliação dos serviços a partir destas novas bases. “Isso representa ainda um ganho importante para a população, pois garante o atendimento urgente aos casos agudos de natureza clínica, obstétrica, traumática, pediátrica e psiquiátrica”, informa o diretor administrativo.

As bases são compostas por salas de administrativo, de repouso masculino e feminino, copa, área de estar, almoxarifado, depósito de materiais de limpeza, banheiros externos e cobertura para duas ou três ambulâncias. As unidades vão prestar suporte básico de vida atendendo com equipe de técnicos socorristas e condutor socorrista. O Samu atende pelo número 192.

Prefeitura e Sebrae firmam parceria para potencializar produção agrícola no município

A Prefeitura de São Luís e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae-MA), celebraram nesta sexta-feira (28), Convênio de Cooperação Técnica com objetivo de desenvolver ações para aprimoramento técnico, empreendedorismo e potencialização comercial da produção agrícola proveniente da zona rural do município. A parceria institucional será desenvolvida por meio de consultoria e ações efetivas na parte de gestão, capacitação e comércio de produtos alimentícios. O termo de parceria foi assinado pelo prefeito Edivaldo, o diretor superintendente do Sebrae-MA, João Martins, e o presidente do Conselho Deliberativo Estadual da instituição, Edilson Baldez, em solenidade no Palácio La Ravardière com participação do vice-prefeito, Julio Pinheiro, secretários municipais, corpo técnico da entidade de desenvolvimento e imprensa.

“Neste momento em que enfrentamos uma crise sem precedentes, penalizando enormemente governos municipais, a realização de parceria é muito importante. O Sebrae-MA tem sido um grande parceiro ao longo da nossa gestão. Desta vez, estamos fortalecendo o pequeno produtor da zona rural do município e o segmento da agricultura familiar”, comemorou o prefeito Edivaldo.

Edivaldo destacou ainda as milhares de toneladas de alimentos que a Prefeitura tem distribuído por meio de programas como o de Aquisição de Alimentos (PAA) que garantem a compra da produção da zona rural. No ano passado, o prefeito Edivaldo foi agraciado pelo Sebrae com o prêmio de Prefeito Empreendedor, na Categoria Pequenos Negócios Rurais, por projeto de desenvolvimento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no município de São Luís.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae-MA, Edilson Baldez, disse acreditar na produção como forte elemento para redimir os efeitos do momento delicado que o país atravessa. Baldez afirmou ainda que entende estas iniciativas como primordial para conter o processo de importação de alimentos. Ele destacou o esforço que o prefeito Edivaldo tem feito para consolidar o trabalho de melhoria da qualidade e volume da produção agrícola no município para que este se aproxime da autossuficiência.

“Estamos assinando mais um compromisso com a Prefeitura de São Luís. É um prazer consolidar mais uma parceria. Isso tem sido uma rotina no relacionamento institucional entre o Sebrae e a gestão municipal. Desta vez, nosso convênio está exatamente voltado para a produção agrícola. Nós deveremos participar com nossa expertise em empreendedorismo e gestão na formação profissional das pessoas envolvidas neste projeto”, disse Edilson Baldez.

O vice-prefeito Julio Pinheiro entende a parceria entre Prefeitura e Sebrae como parte da agenda positiva da gestão, contribuindo para o fortalecimento de um setor estratégico da economia. “Temos um grande potencial econômico e também um grande acúmulo. O Sebrae-MA vem somar esforços no sentido do fortalecimento da produção e comercialização de produtos”, disse Pinheiro.

PARCERIA

Articulador da parceria, o secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, acredita que o apoio técnico aos produtores na assistência técnica, e, principalmente, o aprimoramento da comercialização nos mercados e feiras darão resultados positivos. “Esperamos consolidar uma política de abastecimento desenvolvido pela Semapa com o aprimoramento do trabalho. O Sebrae-MA é um parceiro extraordinário e desempenha papel fundamental para o desenvolvimento sócioeconômico do município por meio de seus programas”, disse Rodrigues.

As capacitações oferecidas ao produtor familiar e pequeno produtor serão na área de atendimento ao cliente, boas práticas na manipulação de alimentos, manejo sustentável de resíduos sólidos entre outros serviços. No entendimento do diretor superintendente do Sebrae-MA, João Batista Martins, a capacitação e qualificação na parte da gestão para aqueles entes que serão sinalizados pela Prefeitura de São Luís será muito importante para superar quadro de crise. João Batista Martins disse ainda que “os focos desta qualificação serão as centrais de licitação do município. Este trabalho poderá funcionar na melhoria do programa de compras governamentais e também dos fornecedores, que são os agricultores familiares”.

A partir da parceria, o Sebrae-MA e Prefeitura de São Luís poderão trabalhar com rodadas de negócios onde o município, através de programas de compras governamentais, como PAA e PNAE e o Sebrae-MA pretendem elevar exponencialmente a aquisição de produtos. Além do prefeito Edivaldo e do vice Julio Pinheiro, participaram da solenidade de assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre Prefeitura de São Luís e Sebrae, o secretário de governo, Lula Fylho; a secretária de Segurança Alimentar, Fátima Ribeiro, e a secretária de Informação e Tecnologia, Tati Lima.

Prefeitura informa expediente para o feriado do Dia do Trabalho nesta segunda-feira (1º)

Prefeitura de São Luís informa que, em virtude do feriado do Dia do Trabalho, celebrado nesta segunda-feira (1º) de maio, não funcionarão os órgãos municipais da administração direta, indireta, autarquias e fundações. O Município assegura, portanto, o atendimento referente aos serviços públicos considerados essenciais. Dessa forma, ficam preservados os serviços relativos às áreas de urgência como saúde, limpeza pública, guarda municipal, fiscalização de trânsito e terminais de integração de passageiros.

” É uma violência retirar direitos conquistados” afirma Weverton Rocha

O substitutivo da reforma trabalhista foi apresentado pelo deputado Rogério Marinho, do PSDB. O que era ruim, na versão inicial, ficou ainda pior. O projeto executa o desmonte de direitos conquistados ao longo de quase cem anos pelos trabalhadores brasileiros, e em meio a esta agitação e num cenário conturbado onde o desemprego já atinge 12 milhões de pessoas, pelas contas do IBGE, o Congresso decidiu levar para votação justamente uma das mais sensíveis reformas nos últimos anos: a trabalhista. O resultado, como era previsível, é uma disputa de visões e, especialmente, um conflito de interesses. Para os sindicatos, fortemente afetados com o fim do imposto sindical, que retira R$ 3,9 bilhões anuais dos seus cofres, a reforma fragiliza as relações trabalhistas. Por outro lado, há aqueles que defendem que mudanças como estas simplificam as relações entre patrões e empregados e facilitam contratações diminuindo o desemprego.
“E no dia do trabalhador não temos nada pra comemorar, a Reforma Trabalhista vai contra o trabalhador brasileiro, pois retirar direitos conquistados após anos de luta é uma violência, nós do PDT somos contra, e estamos indignados com a votação que aprovou o texto na Câmara e que irá agora para o Senado, agora vamos nos mobilizar para que a Reforma da Previdência não seja aprovada”. Afirmou Weverton Rocha.

Abaixo o vídeo que demonstra a indignação do Deputado Federal contra a reforma trabalhista.

Em parceria, Prefeitura promove projeto ‘Resgatando Autonomia’ no Cras Cohab

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), em parceria com a empresa Potiguar, realizou esta semana, a primeira edição do projeto ‘Resgatando Autonomia’, que ofertou a oficina de confecção de sacolas de feira e avental com materiais recicláveis. A ação teve como público-alvo idosas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e famílias atendidas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da Cohab.

De acordo com a titular da Semcas, Andreia Lauande, a oficina demonstra o compromisso do prefeito Edivaldo em garantir a socialização, melhorar a qualidade de vida e também estimular pratica sustentáveis ao público alvo. “Através deste curso, essas pessoas poderão desenvolver habilidades que lhes permitirão ser protagonistas de suas vidas, onde serão despertados e estimulados a empreender”, destacou a secretária.

O projeto promove espaços de interação, autonomia, autoestima, criatividade, contribuindo para qualidade de vida individual, coletiva e ambiental para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Para a dona de casa Guilhermina Caetano, 54 anos, a oficina possibilita melhorias na qualidade de vida e desenvolvimento da consciência ecológica. “É uma oportunidade maravilhosa, porque você pode transformar a lona que iria para o lixo em algo útil, cuidando do meio ambiente, já que é um material que leva anos para se decompor e também podendo transformar esse aprendizado do curso em fonte de renda, fabricando, comercializando as sacolas de feira e os aventais”, afirmou a dona de casa.

Cerca de 30 pessoas participam da oficina de confecção de sacolas e aventais ecológicos, onde são desenvolvidos produtos fáceis e de uso comum no dia a dia, por meio de aulas teóricas, expositivas e práticas, com a carga horária de 12 horas, durante 3 dias, das 13h às 17h. A abordagem busca promover os valores da cidadania e o desenvolvimento de competências, habilidades e atitudes, incluindo orientação profissional, empregabilidade e o empreendedorismo como estilo de vida.

Durante a oficina a facilitadora e artesã Divina Dias, discorreu sobre a importância de se trabalhar com material reciclável, enfatizando que os gastos para confeccionar são mínimos, além de gerar lucro e preservar a natureza. Na ocasião, cada participante fez sua própria bolsa, ficando assim, capacitadas para criarem uma possível fonte de renda.

Crianças e adolescentes concluem projeto de educação ambiental com formatura

As crianças e adolescentes que fazem parte da iniciativa Protetores Ambientais em Ação irão participar nesta sexta-feira, dia 28, de uma solenidade de formatura, com a entrega de certificados. A ação marca o encerramento das atividades do Protetores Ambientais em Ação. O evento acontece na igreja João Calábria, na Cidade Operária, a partir das 8h. O projeto trabalhou durante 1 ano, com recursos vindos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, com estudantes de oito escolas comunitárias da região da Cidade Olímpica, totalizando 180 meninos e meninas. Com o título de “Protetor Ambiental” as crianças estão aptas a serem agentes multiplicadores dos conceitos de educação ambiental.

O QUE: Formatura dos Protetores Ambientais em Ação
QUANDO: 28 de Abril
HORA: 8h
ONDE: Igreja João Calábria, na Cidade Operária.

Prefeitura participa de reunião com o Banco Mundial em evento de sustentabilidade urbana em Brasília

A Prefeitura de São Luís participa do ‘IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável’ (EMDS), realizado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e que ocorre até sexta-feira (28), em Brasília (DF). O prefeito Edivaldo foi representado pelo vice-prefeito, Julio Pinheiro que participou nesta terça-feira (25), da mesa de diálogos entre o Banco Mundial e gestores municipais. Na ocasião foram discutidas as demandas das gestões municipais e os desafios financeiros em viabilizar soluções.

O encontro com o Banco Mundial foi destinado a prefeitos e vices de cidades acima de 300 mil habitantes e reuniu cerca de 40 gestores. O Banco Mundial apresentou o planejamento estratégico de atuação (2017-2023) e a agenda de desenvolvimento sustentável, na qual técnicos em áreas específicas de atuação do banco se colocaram à disposição dos prefeitos. A secretária de Articulação Institucional da Prefeitura de São Luís, Ana Paula Rodrigues, também participou do evento.

Especialistas e consultores apresentaram experiências exitosas obtidas por meio das linhas de financiamento ofertadas pela instituição. Além do Banco Mundial, participaram da reunião consultores da Caixa Econômica Federal. O vice-prefeito saiu otimista do encontro com o Banco Mundial. “A reunião foi para tratar da situação brasileira no que tange ao quadro de dificuldades e incertezas no campo econômico e as possibilidades de financiamento para as cidades na perspectiva da sustentabilidade”, disse Julio, indicando a importância da reunião para São Luís.

PARCERIA

Marcio Lacerda, presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), falou da importância da parceria com o Banco Mundial para subsidiar a gestão dos governantes locais. “A enorme capacidade técnica do Banco é importante para qualificar a gestão dos prefeitos. Além disso, aproveito a ocasião para sugerir ao banco que crie um modelo de curso permanente à distância com experiências bem-sucedidas que possam ser replicadas pelos municípios”, sugeriu Lacerda.

A secretária Ana Paula enfatiza a grande importância da realização de eventos voltados para os municípios com esse porte. “O IV EMDS é um dos maiores eventos brasileiros que fala sobre sustentabilidade nos municípios, trazendo variadas óticas de gestão, contribuindo assim para o desenvolvimento de São Luís. Os eixos temáticos estão bem diversificados e abarcam as principais adversidades enfrentadas pela nossa cidade” disse a secretária.

ENCONTRO

O encontro tem como principal objetivo o fomento, construção e pactuação de possibilidades para melhorar a crise na situação fiscal dos municípios brasileiros, a partir de agendas propositivas de desenvolvimento local sustentável. O IV EMDS tem 25 salas temáticas, que abordam sobre financiamentos para superar desafios também nas áreas de transporte, cultura, economia solidária, abastecimento de água, saúde pública, entre outras.

“As gestões precisam dar respostas à sociedade sobre serviços de primeira necessidade como o transporte público, o abastecimento de água, a destinação correta do lixo, serviços de saúde, principalmente de prevenção, entre outros. Para isso são necessários recursos financeiros. Então, avalio como muito importante esses debates promovidos no encontro, nos quais foram possíveis a troca de experiências e a busca por soluções”, avaliou o vice-prefeito.

Os debates seguirão os seguintes eixos temáticos: serviços e políticas públicas como direitos da cidadania; Cidades inteligentes, inovadoras, democráticas e transparentes; direito à cidade; repactuação federativa, consorciamento e desenvolvimento regional; qualidade e eficiência na gestão pública e a judicialização da escassez; agenda urbana global e mudanças climáticas; incentivo à economia local, empreendedorismo, emprego, trabalho e renda.